Ms._Marvel_Vol_3_2_Molina_Variant_TextlessNão sou Charlie, mas acredito que radicalismo cego é sinônimo de ignorância. Sendo assim, é praticamente uma lufada de ar fresco ver uma heroína muçulmana sendo usada como ícone num protesto pacifista. Foi o que um grupo de artistas de rua de Los Angeles decidiu fazer com Kamala Khan, a Miss Marvel adolescente e muçulmana. Indo na contramão da história, eles provaram que até uma seguidora de Maomé pode servir de exemplo moral para os americanos.

Irritados com os Bus Doors Xenófobos da American Freedom Defense Initiative que cheia de supostas boas intenções generalizou uma cultura ao comparar o Islamismo com o nazismo e convocavam o povo americano para uma cruzada contra aqueles que almejam destruir seu modo de vida, os artistas arrumaram um modo bem interessante de manifestar a sua posição contra os anúncios.

1095702989985547921A campanha já havia sido veiculada em outras cidades americanas, mas foi em Los Angeles que encontrou sua mais ferrenha inimiga. Acompanhadas de palavras de ordem contra o racismo e o preconceito, imagens de Kamala foram inseridas em todos os Bus Doors da cidade.

Pam Gellar, presidente do AFDI, tentou “corrigir” os cartazes adulterados e começou o que pode se tornar não só uma batalha cansativa como um tiro no próprio pé. Nos EUA, anúncios em ônibus são propriedade do governo, o que permite o surgimento de qualquer tipo de mensagem, inclusive odes ao racismo. Como os artistas seguem as próprias leis, frequentemente 1095702990016814737baseadas em suas ideologias, não há como impedir o surgimento de outros protestos como este.

Numa coisa eles estão certos: “Liberdade de discurso não dá a ninguém o direito de disseminar o ódio”.

Como fã de quadrinhos, é interessante ver o quanto Kamala Khan tem crescido na mídia desde o seu (recente) surgimento. Ela sempre esteve na mídia como exemplo de inclusão, e não será uma surpresa se em algum momento sua imagem for vinculada a uma grande campanha.

Todos ganhamos com isso, mas comercialmente ela acaba se tornando um grande achado, afinal, num meio que tenta atualizar todos os seus personagens em busca de inclusão a ponto de mudar sexo, etnia e até a religião dos mesmos, Kamala Khan foi uma das raras passagens de bastão significantes.

Essa senhorita é uma maravilha e continuaremos a ouvir sobre ela por um bom tempo.

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2015/01/ms-marvel-cover.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2015/01/ms-marvel-cover-300x300.jpgAlexandre DassumpcaoquadrinhosKamala Khan,Marvel,Miss MarvelNão sou Charlie, mas acredito que radicalismo cego é sinônimo de ignorância. Sendo assim, é praticamente uma lufada de ar fresco ver uma heroína muçulmana sendo usada como ícone num protesto pacifista. Foi o que um grupo de artistas de rua de Los Angeles decidiu fazer com Kamala Khan,...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe