distrito_federal

O texto interessante de sexta-feira, foi retirado do blog Zine Brasil, uma excelente fonte de informação sobre quadrinhos nacionais, que é mantido pela jornalista Michelle Ramos.

O texto é de Mauro Cesar Bandeira, e foca a produção no Distrito Federal e suas necessidades, problemas e soluções para a industria de quadrinhos na região centro-oeste do Brasil.

Visto no Zine Brasil – por Mauro Cesar Bandeira

A revitalização da produção de histórias em quadrinhos do Distrito Federal a principio parecia uma tarefa facil, mas não é, seria necessário um esforço fenomenal para que isso acontecesse, a começar pela falta de incentivo do governo e dos próprios quadrinistas muitos deles não sabem trabalhar em equipe e só pensam em publicar algumas histórias para ficarem conhecidos em seus círculos de amizades.

Mas trabalhando dessa forma não almejam produzir histórias em quadrinhos periodicamente e atrasam muito o processo de produção de uma hq, deve se descobrir um jeito de superar essa lentidão por parte de alguns quadrinistas, agindo sem entusiasmo na produção das hqs acaba por não colaborar para o a renovação da industria de quadrinhos no DF.

Há também uma certa concorrência entre os autores de fanzine que acaba por ser prejudicial para o plano de ressurgimento da cultura de criação de gibis, mas o publico mesmo que reduzido tem interesse de conhecer a produção local de histórias do Distrito Federal, o projeto em si poderá contar com o apoio da universidade e algumas agencias de pesquisa, agora o espaço poderá ser cedido pelo governo ou os interessados nesse projeto.

Por mais que se lute na execução do projeto de ensinar como fazer histórias em quadrinhos mais problemas vão surgindo e que precisam ser solucionados, a principio deveria ser feito algumas alterações e ter um empenho maior na produção, mais o que importa agora é a aceleração da produção dos hqs e os idealizadores do projeto colocarem a mão na massa para que sirva de exemplo para os futuros colaboradores desse projeto de produção de hqs.

O DF necessita desse espaço de cultura para dar oportunidade para os jovens se interessem pela arte seqüencial, é preciso implantar o mais rapido possivel uma alternativa de ensino para as novas gerações que vão surgindo, existe uma critica muito grande sobre os quadrinhos dizendo que eles alienam os jovens, mas a produção de HQs pode servir como um espelho para eles mesmos, a industria de quadrinhos se apoiará firmemente nesses novos talentos que irão surgir a partir dessas oficinas e para isso é necessário seria dedicação enquanto alguns alunos de artes, comunicação ou desenho industrial que são bons desenhistas em histórias em quadrinhos mas que não ensinam em oficinas em quadrinhos a tecnica da arte sequencial, muitos jovens vão se perdendo nas drogas e se envolvem com o crime, temos que oferecer as oficinas de quadrinho urgentemente para resgatar os jovens desse mundo da marginalidade mas para isso aconteça é necessario uma união verdadeira entre os quadrinistas.

É muito triste ver como é que esse mundo é aqui no DF, as pessoas acham que ser bem sucedido é passar em uma universidade publica e passar em um concurso publico, porque vivemos num mundo materialista e individualista, muitos universitários não querem oferecer nada em troca para a sociedade que financiou seus estudos nessas universidades publicas, a uma ingratidão muito forte entre os universitarios, será que vamos resgatar a nossa juventude que hoje está sem perspectivas, é necessário nós os universitários, nos empenharmos por um mundo melhor e uma sociedade mais justa.

A ideia de criar uma oficina de quadrinhos pode parecer como algo surrealista e utopico mais na verdade,  As cidades da periferia de Brasília vão ser tornar um celeiro fecundo de novos autores de histórias em quadrinhos, a universidade tem que ir avançar nessas cidades esquecidas pelo poder publico; há uma interesse muito grande dos jovens universitários em aprender essas tecnicas da arte sequencial. E o Distrito Federal poderá ser conhecido no cenário nacional como nova opção de historias em quadrinhos sendo também um cenário ideal pra essas novas produções.

*Mauro Cesar Bandeira é professor, formado em Artes Plásticas, Habilitação em Licenciatura, do Departamento de Artes Visuais do Instituto de Artes da Universidade de Brasília.

Visto no Zine Brasil – por Mauro Cesar Bandeira

Renato LebeauquadrinhosDistrito Federal,HQ,Mauro Cesar BandeiraO texto interessante de sexta-feira, foi retirado do blog Zine Brasil, uma excelente fonte de informação sobre quadrinhos nacionais, que é mantido pela jornalista Michelle Ramos. O texto é de Mauro Cesar Bandeira, e foca a produção no Distrito Federal e suas necessidades, problemas e soluções para a industria de...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe