10_coisas_sobre_watchmen

Visto no G1

Livro ‘Os bastidores de Watchmen’ revela segredos por trás da HQ.

Escrita por Alan Moore – o rei das referências escondidas nos quadrinhos – e desenhada pelo perfeccionista Dave Gibbons, a graphic novel “Watchmen” vem sendo dissecada pelos fãs do gênero nas últimas duas décadas por conta de suas generosas entrelinhas e subtramas.

Em “Os bastidores de ‘Watchmen'”, livro lançado no Brasil este mês pela editora Aleph, Gibbons revela histórias curiosas, algumas praticamente desconhecidas, sobre a HQ.

Confira a seguir, uma lista das 10 coisas que você (provavelmente) ainda não sabia sobre “Watchmen”:

1. O personagem Nite Owl – batizado simplesmente de Coruja, em português – foi uma das contribuições dadas pelo desenhista Dave Gibbons a Alan Moore. Quando tinha por volta de 14 anos, Gibbons criou um personagem chamado Night Owl e, mais tarde, achou que o herói funcionaria bem em “Watchmen”. Alan acatou a sugestão, alterando apenas a grafia de Night (noite) para Nite (versão informal da mesma palavra, em inglês).

2. O broche amarelo com uma carinha sorridente – “smiley” – foi outra das sugestões de Gibbons para a história. A ideia surgiu quando estava criando o uniforme do Comediante e percebeu que o visual em couro e com uma máscara de criminoso o deixaria muito sério. Gibbons acabou desenhando o broche no peito do personagem, Moore gostou e acabou tornando-o um dos elementos centrais da graphic novel.

3. Uma das inspirações para o design do personagem Ozzymandias foi o famoso cantor romântico espanhol Julio Iglesias. Outra referência para o visual do herói, de acordo com Gibbons, teria sido o ator de televisão britânico Barry Foster.

4. A paleta de cores secundárias adotada por John Higgins para colorir a minissérie tinha como objetivo distanciar “Watchmen” dos outros gibis de super-heróis que eram publicados na época, que faziam um uso marcante de vermelhos, amarelos e azuis.

5. O capítulo de “Watchmen” batizado de “Fearful symmetry” (Terrível simetria) traz exatamente o que o seu título diz: a divisão de quadros da primeira página é idêntica à da última página, a da segunda é igual à da penúltima e assim por diante. Para que o truque funcionasse, as páginas foram escritas e desenhadas sempre aos pares, de duas em duas.

6. O nome da empresa de fechaduras que aparece consertando a porta da frente de Daniel Dreiberg, Gordian Knot Lock Company (algo como Empresa de Fechaduras Nó Górdio), remete à fascinação do personagem Ozymandias pelo exemplo de raciocínio lateral de Alexandre, o Grande. A conexão surge mais tarde na HQ, em um painel pintado no QG de Ozymandias que traz uma imagem de Alexandre cortando o nó górdio com sua espada.

7. No capítulo em que Laurie Juspeczyk é transportada para Marte pelo Dr. Manhattan, o leitor pode ver um rosto sorridente na superfície rosada do planeta. A imagem não foi colocada ali ao acaso, mas inspirada em uma fotografia real divulgada pela Nasa em que as diferenças de relevo em uma porção específica do solo de Marte formavam um desenho que remete ao “smiley” usado na HQ.

8. O escritor britânico Neil Gaiman, autor da série de quadrinhos “Sandman”, é um dos nomes citados nos agradecimentos de “Watchmen”. Amigo pessoal dos criadores, Gaiman foi responsável por pesquisar as citações para os títulos dos capítulos da série.

9. As 12 imagens originais das capas de “Watchmen” foram arrematadas em um leilão por Gareb Shamus, criador da revista sobre quadrinhos “Wizard”. De acordo com Gibbons, uma destas capas – a da edição nº 11 – estaria desaparecida atualmente. “Meu palpite é que ela pareceu branca demais em uma folheada rápida entre alguma pilha de papéis que ia para o lixo”, sugere o desenhista.

10. A primeira versão de “Watchmen” lançada no Brasil em 1988 pela editora Abril poderia ter se chamado “Os vigilantes”; as pichações que aparecem nas paredes da cidade também seriam traduzidas para “Quem vigia os vigilantes”. De acordo com o editor da revista na época, Leandro Luigi del Manto, isso não aconteceu “por pouco”.

* Fonte: “Os bastidores de ‘Watchmen'”, de Dave Gibbons (ed. Aleph)

Visto no G1

Renato LebeauquadrinhosAlan Moore,Dave Gibbons,WatchmenVisto no G1 Livro 'Os bastidores de Watchmen' revela segredos por trás da HQ. Escrita por Alan Moore - o rei das referências escondidas nos quadrinhos - e desenhada pelo perfeccionista Dave Gibbons, a graphic novel 'Watchmen' vem sendo dissecada pelos fãs do gênero nas últimas duas décadas por conta de...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe