Revista Capitu

Por Renato Lebeau | 5 março de 2009


revista_capitu

Arte da capa:  Fábio Turbay

Já é possível encontrar nas bancas a revista CAPITU,  que é editada no Espírito Santo.

Com o apoio da Lei Rubem Braga, a edição conta com 44 páginas de humor, com boas pitadas de inteligência e senso crítico.

Há histórias em quadrinhos, charges, jornalismo mentira e até passatempos.

Algumas das atrações da primeira edição são as revelações surpreendentes sobre o aquecimento global e uma faceta desconhecida do Tim Maia.

Outro destaque é uma incrível e dramática história de carnaval, inspirada em fatos reais.

Com tiragem de 1.000 exemplares e editada pelo jornalista Sacramento de Oliveira e pelo cartunista Turbay, a revista Capitu conta com colaborações de desenhistas e escritores do Espírito Santo, Rio de Janeiro, Amapá e dos Estados Unidos.

A publicação é aconselhável para maiores de 14 anos.

A revista se encontra nas bancas da Região Metropolitana da Grande Vitória (ES), e também pode ser encomendada com os editores, através do e-mail revistacapitu@gmail.com.

Segundo os editores a revista é melhor que a MAD e mais barata que a Playboy.

Quem é quem em Capitu:

Sacramento de Oliveira: Jornalista capixaba, prefere Dedé Santana a Didi Mocó e não entendeu bulhufas de “2001, uma odisséia no espaço”.

Turbay: Cartunista, flamenguista e bairrista. Era sempre o último a ser escolhido nas peladas. Ao que parece, o mundo ainda sofrerá por isso.

Ivan Carlos: Professor universitário em Macapá, escritor e roteirista de quadrinhos.

Pablo Luiz: Fanzineiro carioca e bacharel em jornalismo, faz sua estréia em material impresso em gráfica. Seu grande sonho é ficar rico para poder surfar no Marrocos.

Hector Rodrigues: Americano de Massachusetts, é dele o desenho da primeira Miss Capitu. Em breve Hector lançará uma graphic novel de terror, nos EUA.

Revista Capitu
44 páginas
R$ 4,90.

Blog: revistacapitu.blogspot.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Tags: , , , , ,

Posts relacionados


  1. Eu posso publicar meus trabalhos na revista?

Deixe o seu comentário