Liberdade é o grande mote das HQs independentes. Editar o seu próprio material permite ao artista, além de poder de decisão sobre que rumo tomar, não limita a mente criativa do autor. Tudo é possível e aceitável. E essa liberdade também é aplicada a escolha do gênero que se vai escrever. Ganha o leitor, que a cada dia ganha novas e excelentes publicações independentes com os temas mais variados. Hoje destaco três que falam sobre terror, heróis e cotidiano. Confira:

Dossiê Negro 1 – as tradicionais HQs de terror, que abundaram as publicações nacionais nas últimas décadas do século passado, retornam com força na ótima revista “Dossiê Negro”. Editada de forma independente pelo roteirista de HQ João “Juka” Marim, em janeiro de 2012, a revista traz HQs escritas por Juka com desenhos de André Coelho, Carlos Nascimento e Diogo Freu.

As histórias versam sobre terror, mas em estilos diferentes: da vingança macabra ao tradicional Lobisomem. A revista tem formato americano, 48 páginas em p&b com capa colorida do mestre Júlio Shimamoto, apresentando uma magnífica arte pintada. Contato: [email protected].

Almanaque Meteoro 3 – a publicação de Roberto Guedes mantém-se como uma das melhores do cenário do quadrinho independente brasileiro. Além da HQ do personagem que dá título a revista, “Meteoro”, outras HQs compõem a edição: “Zan-Garr da Valakia” retorna na HQ “O Templo da Morte” com ótimos desenhos de Fábio Cerqueira; o mestre Emir Ribeiro colabora com sua arte em “Jonni Star”; um clássico da HQB, “O Natal de Chet”; e “Zax, O Meteoro Humano”.

Além das HQs, um mix de artigos sobre quadrinhos deixam o leitor bem informado. E tem ainda a tradicional “seção de cartas”, que dá aquele toque bem particular às publicações independentes. Mas, o destaque da edição é a reformulação que Guedes vem dando ao seu personagem Meteoro. Contato: [email protected].

3 Tiros e 2 Otários – um roteiro bom, mas com diálogos fantásticos dão a tônica desta HQ que compõe a publicação “3 Tiros e 2 Otários” de Daniel Esteves (roteiro) e Caio Majado (desenhos). Esteves pega uma situação aparentemente simples, mas graças a um ritmo alucinante nos diálogos, transforma a HQ numa história contando com a ajuda dos desenhos de Majado, dono de um traço limpo e muito bom.

A dupla parece bastante afiada neste projeto que rende uma ótima publicação. O gibi tem 28 páginas, capa colorida e miolo p&b, tendo sido publicada em novembro de 2011. Confira a resenha completa do Impulso HQ, clicando aqui. Mais informações sobre 3 Tiros e 2 Otários acesse o site www.hqemfoco.com.br.

Arte de abertura: Júlio Shimamoto

Denilson Reisindependentes3 Tiros e 2 Otários,Almanaque Meteoro,André Coelho,Caio Majado,Carlos Nascimento,Daniel Esteves,Diogo Freu,Dossiê Negro,Emir Ribeiro,Fábio Cerqueira,Júlio Shimamoto,João “Juka” Marim,Roberto GuedesLiberdade é o grande mote das HQs independentes. Editar o seu próprio material permite ao artista, além de poder de decisão sobre que rumo tomar, não limita a mente criativa do autor. Tudo é possível e aceitável. E essa liberdade também é aplicada a escolha do gênero que se...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe