UGRITO-#-1-CHICO-FELIXPor esses dias eu estava em São Paulo e dei uma passada na loja da UGRA, da Dani e do Douglas Utescher e aproveitei e peguei alguns quadrinhos independentes. Como são leituras rápidas resolvi unir em um só texto os meus comentários da Coleção UGRITO e Chuva de Merda.

Na hora de escrever esse texto, enquanto “cato milho” no teclado, tenho em minha frente uma revista com a propaganda da Coleção Minitonto. Foram impressos oito volumes dos livretos de 10,5 x 15 cm, onde participam os autores Schiavon, Eduardo Oliveira, Guazzelli, MZK, Fábio Zimbres, Allan Sieber, Sylvio Ayala e Mutarelli. Fábio Zimbres também assina as edições como editor.

Veja que são todos autores da pesada do quadrinho “udigrudi brasileiro” e a editora e livraria Ugra retoma o projeto com a coleção UGRITO.

Já foram lançados dois volumes, o primeiro chamado Crü, de Chico Felix. Compõem a edição histórias como “Inferno na Terra” que fala dos chatos que infernizam nossa vida, “Velha Escola” são tirinhas que trazem figuras do punk rock e também apresentadoras nada infantis de programas infantis, e até uma velha piada em forma de quadrinhos, como diz Mário Alencar, “uma mistura de Don Martin, Ramones e Basil Wolverton.”

UGRITO-#-2-CYNTHIA-B,O volume dois de Cynthia B. tem a HQ “Germes”, uma história contada apenas em imagens, que começa numa festa de estudantes, num banheiro que parece limpo, só parece.

Em uma famosa cena do filme “Meu Tio”, Jacques Tati, uns garotos brincam em um terreno e o mesmo lugar um vendedor de um tipo de pão doce com um avental imundo e as mãos sujas. Ele pega o doce, passa açúcar de confeiteiro sobre ele com as mãos. As mesmas mãos que ele pega o dinheiro e dá troco. Os garotos não sentem nenhum nojo e a vida segue.

A desenhista Chiquinha ao comentar o trabalho de Cynthia B. fala que nos quadrinhos de forma geral, lindeza e nojo são sinônimos. Esses dias conversando com um amigo editor, comentamos da beleza da prosa de Marcatti, que sempre nas suas HQs tem como tema a relação do homem com os aspectos nojentos ou não da vida. É uma visão de que tudo isso deve ser encarado de forma natural. Cheiros, fluídos corporais, etc e tal.

Vida longa a pequena grande coleção UGRITO.

CHUVA-DE-MERDA-LUIZ-BERGERJá Chuva de Merda é uma compilação dos quadrinhos produzidos por Luiz Berger entre outubro de 2011 e janeiro de 2015. Conheço Luiz Berger, mas não sei quem são seus autores favoritos de quadrinhos, mas muita gente pode fazer parte dessa lista.

Imagino que como referências o quadrinhista deve ter os desconhecidos autores das Bíblias de Tijuana, os catecismos americanos das décadas de 20 ou 30 (sempre brincando com a vida sexual de personagens dos quadrinhos ou do cinema), a turma batuta da MAD, com uma queda por Wallace Woody, principalmente nos anos 60 e 70 com seus quadrinhos tirando um sarro com os contos de fadas de um conhecido estúdio americano de quadrinhos e desenhos animados.

Mas principalmente vejo nas histórias de Berger os quadrinhos de um inveterado fumante de charutos, S. Clay Wilson e seus piratas e motoqueiros pirados, sempre envolvidos em brigas, mutilações e muito sexo e as figuras muito loucas do genial Basil Wolverton. Wilson dizia que todo mundo mostrava a visão do paraíso, ele queria mostrar a visão do inferno.

CHUVA-DE-MERDA-MIOLOLuiz Berger mostra o inferno das cidades em suas HQs com o Rato Robson bebendo umas cervejas num boteco, uma noite de sexo no cemitério, um bebê de Rosemary em que tudo dá errado ou seria o bebê diabo do jornal noticias populares dos anos 70?

Além das pequenas paródias aos personagens famosos dos quadrinhos americanos, quase todas as HQs reunidas aqui já foram publicadas no México, USA, Suécia, Portugal e Argentina. Completam a edição algumas histórias inéditas que formam essa divertida chuva de merda. Edição do Gordo Seboso e da Ugrapress.

Material de primeira. Todas essas três publicações que comentei podem ser adquiridas na loja virtual da Ugra Press. Mas se você tiver oportunidade, não deixe de passar também na loja física da Ugra (Rua Augusta 1371, loja 116, térreo – Bela Vista – São Paulo – SP). Aproveite e conheça a Dani e o Douglas Utescher que com certeza vão adorar sua visita, vão bater um papo e ainda apresentar mais material independente de excelente qualidade.

UGRITO #1 – CRÜ
Editora: Ugra Press
Autor: Chico Felix
20 páginas
10,5 x 15 cm
R$ 7,00

UGRITO #2 – Germes
Editora Ugra Press
Autora: Cynthia B.
20 páginas
10,5 x 15 cm
R$ 7,00

Chuva de Merda
Editora Ugra Press / Gordo Seboso
Autor: Luiz Berger
52 páginas
17 x 25 cm
R$ 18,00

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2015/11/UGRITO-CHUVA-DE-MERDA-UGRA-PRESS.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2015/11/UGRITO-CHUVA-DE-MERDA-UGRA-PRESS-300x267.jpgFloreal AndradeindependentesChico Félix,Chuva de Merda,CRÜ,Cynthia B.,Germes,Gordo Seboso,Luiz Berger,Ugra Press,UGRITOPor esses dias eu estava em São Paulo e dei uma passada na loja da UGRA, da Dani e do Douglas Utescher e aproveitei e peguei alguns quadrinhos independentes. Como são leituras rápidas resolvi unir em um só texto os meus comentários da Coleção UGRITO e Chuva de Merda. Na...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe