A Rainha Pirata é uma é uma graphic novel pintada e escrita por Gisela Pizzatto e desenhada por Bruno Büll, que originalmente foi publicada na Irlanda, pela editora Clo Mhaigh Eo em 2013, quando também ganhou o Prêmio Nacional de Literatura em Irlandês de melhor livro do ano, na categoria “Melhor Livro Ilustrado”. Agora o projeto iniciará uma campanha no Catarse, a partir de segunda-feira, dia 13 de março.

A história se passa na Irlanda do século XVI e, em primeira pessoa, conta a história de Grace O’Malley, a mais famosa pirata que a História conhece. De sangue nobre, vinda de uma das baronias irlandesas, Grace pertence a uma família de homens com tradição marinheira, mas por ser mulher seu destino está selado em terra firme. Contrariando tudo e todos, ela decide que sua vida é o mar e se traveste de grumete, conseguindo assim embarcar em um dos navios de seu pai. E é então que se inicia sua história de aventuras no mar.

Grace O’Malley foi não só uma capitã do mar, mas também uma estrategista em terra. Enquanto os ingleses tentavam impor-se de qualquer maneira na Irlanda (política e militarmente), Grace procurava fazer alianças com outros nobres de todos os modos possíveis. Casou-se duas vezes, de modo que conseguiu aumentar o número de propriedades sob seu comando e também sua influência.

Ao longo do tempo mostrou-se implacável e uma líder nata, respeitada desde os mais simples camponeses até os altos círculos nobres, mas esta graphic novel não é apenas uma história de piratas, ela fala também da linha do destino que cada um de nós segue, mesmo que inconsciente.

Seus capítulos foram pensados com base no conto da Mitologia Grega das três Parcas, as deusas do destino, que determinavam o curso da vida humana: Cloto tecia o fio da vida; Láquesis cuidava de sua extensão e caminho; e Átropos cortava o fio. As três deusas tinham tamanho poder que nem mesmo Zeus podia contestar suas decisões. Os capítulos em que esta história se divide levam como título o nome de cada uma das deusas em alusão ao sentido místico do destino que “A Rainha Pirata” carrega.

O volume será impresso no formato 21×29,5 cm, com 96 páginas de pura História e aventura. O interior será todo COLORIDO em papel Off Set LD 90g/m² e a capa cartonada. A pintura foi realizada de forma tradicional com tinta Aquarela. O financiamento coletivo cobrirá os custos de impressão, a produção e envio das recompensas, além da taxa de 13% cobrada pelo Catarse de todos os projetos financiados.

Para conferir todos os detalhes de “A Rainha Pirata” e apoiar essa iniciativa, visite a página do projeto no Catarse, a partir de segunda-feira dia 13 de março.

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2017/03/rainha-pirata.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2017/03/rainha-pirata-150x150.jpgRenato LebeauindependentesBruno Büll,Catarse,Cló Mhaigh Eo,Gisela Pizzatto,Rainha PirataA Rainha Pirata é uma é uma graphic novel pintada e escrita por Gisela Pizzatto e desenhada por Bruno Büll, que originalmente foi publicada na Irlanda, pela editora Clo Mhaigh Eo em 2013, quando também ganhou o Prêmio Nacional de Literatura em Irlandês de melhor livro do ano, na...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe