Tradicionalmente todo começo de ano costumo fazer um balanço do que chegou até mim referente a publicações independentes do ano anterior. Abaixo você confere uma lista de ótimos quadrinhos brasileiros para completar a sua coleção.

A Atomic Editora de Marcos Freitas, especializada em quadrinhos independentes autorais e fanzines aos poucos vai retomando seu fôlego. A editora lançou o fanzine Quadritos 13 e reeditou três obras de Flávio Calazans: A Hora da Horta, Guerra das Ideias e Guerra dos Golfinhos, certamente os quadrinhos mais reeditados do Brasil.

Outra editora independente que apoia os fanzines é a Universo. Em 2017 li três de suas diversas publicações: Benjamim Peppe 08 com o personagem de Paulo dos Anjos, Múltiplo 01 a volta do fanzine de André Carim e com a participação especial de Carlos Patati, um dos mestres do terror nacional.

Outro fanzineiro que voltou à ativa e com muita força foi Clodoaldo Cruz com seu zine Cabal. Com sete edições, o zine traz um mix de ótimas HQs com destaque para a série Cat’s City criada por Carlos Reno.

Ainda falando em fanzineiros, Rodrigo Costa com seu selo de quadrinhos Darcel Comics, publicou o caçador de demônios Wolfgar com desenhos do próprio editor. Já o coletivo Pepa Edições que reúne vários autores lançou o volume 3 do zine 4X4 com sátiras sobre Donald Trump.

Grandes autores também investem em edições independentes com ou sem apoio de editoras. Emir Ribeiro vem mantendo pelo menos uma publicação por ano. Agora Emir começa uma série de publicações comemorando nada mais nada menos que os 45 Anos de Velta.

O Tomo 1 homenageia Naiara, A Filha do Drácula com roteiro do mestre R. F. Lucchetti. Outro mestre que lançou um trabalho bacana foi Francisco Vilachã com Górki em Quadrinhos numa parceria com a Ledriprint Editora.

Já Contos do Absurdo 01 da Discovery Comics em parceria com a Publigibi de Daniel Vardi saiu do mundo digital para o papel com uma série de colaboradores muito frequentes do meio alternativo de quadrinhos.

Tirinhas do Lucão 01 é uma coletânea com tiras humorísticas e temas do cotidiano produzidas por Lucas SB. Também no formato tiras temos Hipérbole 01 e 02 de Luan Zuchi. A publicação foi impressa no formato talão de cheques e é bem agradável a leitura.

The Hype de Marcel Ibaldo brinca com a ideia que todos temos de ser um super-herói. O desenho de Marcel e seu parceiro Max Andrade vai na linha do mangá com enquadramentos bem bacanas. A obra foi ganhadora do Troféu HQMIX. Também com um traço mangá, Ale Presser, publicou um álbum bem bacana: Arroz. O trabalho teve, inclusive, indicação ao Troféu HQMIX.

Na linha dos super-heróis, Alfa, A Primeira Ordem, traz de volta a reunião dos super-heróis brasileiros, agora com o reforço de grandes ícones dos quadrinhos como Homem Lua, Raio Negro, Capitão Sete, Capitão Gralha e O Flama. A publicação ganhou edição pela editora Kimera.

Outra revista bacana de super-heróis é Avatares de Henrique Kifer. No formato norte-americano e totalmente em cores, traz o universo de personagens criado pelo Kifer.

Trazendo a ideia do jornalismo em quadrinhos, o alvoradense Pablito Aguiar, resgata a história do município de Alvorada/RS com a compilação de entrevistas com moradores da cidade em formato de quadrinhos.

O mestre Júlio Shimamoto juntou-se ao escritor Gonçalo Júnior e produziram Até que a Morte os Separe, álbum publicado pela editora Noir. São três histórias curtas bem escritas por Gonçalo onde Shima desfila toda sua maestria no preto e branco.

Guilherme de Sousa nos brinda novamente com sua fantástica obra A Última Bailarina Contra-Ataca. Esta tem sido uma das mais bacanas HQs que tenho lido ultimamente pela sua hilária mistura de personagens.

Cesar Alcázar (roteiro) e Fred Rubim (desenhos) trazem pela Avec Editora o segundo volume dos Contos do Cão Negro, A Canção do Cão Negro, com nova aventura do viking Anrath. Cesar tem uma ótima narrativa e Fred faz jus a qualidade do texto de Cesar com desenhos muito bons.

A editora Criativo lançou um bela coleção de Sketch Book, mas o que realmente ficou sensacional foi a coleção Graphic Book com a reedição de obras fundamentais do quadrinho nacional. Recebi duas delas: Oráculos de Edgar Franco e O Primeiro Samurai de Júlio Shimamoto.

Essa obra do Shima traz, como diz o título, HQs de Samurai. Shima está brilhante e estas HQs mereciam um álbum tão bonito como este. Já Oráculos de Edgar Franco temos uma coletânea de HQs chamadas poéticas-filosóficas inicialmente publicadas em fanzines ao longo de 20 anos. Edgar tem um traço ímpar e nos chama a atenção a forma como consegue conciliar sua arte com o tema que está escrevendo. Texto e arte se fundem em uma obra única.

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2018/03/indepentes-2017.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2018/03/indepentes-2017-150x150.jpgDenilson ReisindependentesA Canção do Cão Negro,A Primeira Ordem,Ale Presser,André Carim,Atomic Editora,AVEC Editora,Benjamim Peppe,Carlos Patati,Cesar Alcázar,Clodoaldo Cruz,Criativo,Daniel Vardi,Emir Ribeiro,Flávio Calazans,Francisco Vilachã,Fred Rubim,Górki em Quadrinhos,Henrique Kifer,Júlio Shimamoto,Kimera,Ledriprint,Luan Zuchi,Lucas SB,Marcel Ibaldo,Max Andrade,O Primeiro Samurai,Pablito Aguiar,Paulo dos Anjos,Quadrinhos Independentes,Rodrigo Costa,The HYPE,VeltaFacebook Twitter Instagram Youtube Tradicionalmente todo começo de ano costumo fazer um balanço do que chegou até mim referente a publicações independentes do ano anterior. Abaixo você confere uma lista de ótimos quadrinhos brasileiros para completar a sua coleção. A Atomic Editora de Marcos Freitas, especializada em quadrinhos independentes...O Impulso HQ é um site e canal no YouTube dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe