raio_negro

Alguns editores independentes têm apresentado nos últimos anos, publicações de grande qualidade. Entre outros podemos citar: José Salles, Wellington Srbek e Laudo Ferreira Júnior.

Confira a resenha de algumas de suas publicações!

O Gaúcho: Como colecionador fiquei muito satisfeito com o relançamento de O Gaúcho pela SM Editora/Júpiter II. Depois que vi este trabalho na casa do próprio mestre Júlio Shimamoto fiquei maravilhado e agora tenho a possibilidade de colocá-lo em minha coleção. Fidêncio, O Gaúcho traz uma ótima pesquisa dos costumes, trajes típicos, as armas e da história dos pampas, certamente realizada por Shima na época em eu esteve trabalhando em Porto Alegre na CETPA, uma cooperativa que visava valorizar o quadrinho nacional criada na década de 10960. As tiras republicadas saíram originalmente no jornal Folha de São Paulo entre 1963-1965.

Raio Negro: Raio Negro é o mais “clássico” de todos os super-heróis criados no Brasil. Primeiro porque os Estados Unidos tem a supremacia no estilo, assim fica difícil criar algo novo.

Segundo, seu criador o fez na década de 60 do século passado, mesmo assim, o personagem resiste ao tempo e a uma série de outros super-heróis criados nas décadas seguintes e início do atual século. Agora a SM Editora/Júpiter II ([email protected]) esta nos presenteando com uma nova revista do herói de Gedeone Malagola onde poderemos conhecer melhor este “clássico” do quadrinho nacional.

Monstros: Wellington Srbek notabilizou-se por nos trazer ótimas publicações de HQs com roteiros por ele criados e arte de diversos artistas dos mais variados estilo. Este é o caso de Monstros, revista produzida por Srbek em 2005 onde seus roteiros exploram os diversos monstros que temos em nossas imaginações em três HQs: Crianças traz a arte de Fernando Cypriano; Barão Zirbak foi desenhada por Laz Muniz; já a arte de Cleuber Cristiano abrilhantou a HQ Vida.

A capa, pintada por Carlos Fonseca, é uma obra-prima do ‘horror fantástico’. A revista com 28 páginas, formato americano e capa colorida pode ser adquirida com Srbek  ([email protected]). Também do mesmo autor, Quantum, revista de 2001, com desenhos de Cypriano, Muniz e Luciano Irrthum.

Depois da Meia-Noite: Minissérie em 3 partes publicada de forma independente pela Quadro Imaginário, selo do Estúdio Banda Desenhada ([email protected]) de Laudo ferreira Júnior. A trama criada, escrita e desenhada por Laudo com arte-final de Omar Viñole gira em torno de um serial killer que só age depois da meia-noite.

A história apresenta um suspense de tirar o fôlego, dando vontade de ler a seqüência tão logo se acaba de ler à anterior. Além disso, Laudo receou seu texto com situações de clássicos da literatura pulp. Excelente trabalho com capa colorida e miolo p&b.

Ilustração: Anderson Ferreira (Alvorada/RS)
Tratamento Digital: Alex Doeppre (Novo Hamburgo/RS)

Denilson ReisindependentesAlex Doeppre,Anderson Ferreira,Cypriano,Denilson Reis,HQB,José Salles,Laudo Ferreira Junior,Luciano Irrthum,Muniz,Omar Viñole,quadrinho,Wellington SrbekAlguns editores independentes têm apresentado nos últimos anos, publicações de grande qualidade. Entre outros podemos citar: José Salles, Wellington Srbek e Laudo Ferreira Júnior. Confira a resenha de algumas de suas publicações! O Gaúcho: Como colecionador fiquei muito satisfeito com o relançamento de O Gaúcho pela SM Editora/Júpiter II. Depois que...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe