emir_ribeiro_velta

Tratando-se de quadrinho nacional, o que nos vem à mente, principalmente a nós fanzineiros? Emir Ribeiro. Este paraibano começou nos quadrinhos em 1973, publicando no jornalzinho de sua escola com sua super-heroina Velta.

Não demorou, já estava publicando tiras da heroína em jornais locais. Sempre batalhando para publicar Velta, Emir produziu uma revista independente, a 10 Abafo, que distribuía em bancas de alguns estados nordestinos.

Emir criou outros personagens, como o índio Itabira chefe da tribo dos tabajaras, Doroti a inimiga de Velta, Nova uma andróide, e o Homem de Preto, este já ganhou dois filmes produzidos de forma independente por Emir.

Sempre na luta para ganhar as bancas do Brasil, uma das primeiras oportunidades de Emir veio com os quadrinhos de terror e erótico. Quando os brasileiros invadiram o mercado norte-americano, também chegou lá, produzindo muitos super-heróis através do estúdio de Deodato Borges – Mike para os gringos.

Neste meio tempo não abandonou os fanzines, além de colaborar com vários zines, editou o Zat e o Molhadas & Fogosas, ambos excelentes.

Velta chegou às bancas pela Editora Escala dentro da série Graphic Talents. Mas o melhor veio com a Opera Graphica Editora: primeiro com um álbum da coleção Opera Brasil e depois com a estupenda edição de 30 Anos de Velta dentro da coleção Opera Urbana.

Mais de três décadas depois Emir continua publicando suas revistas. Veja alguns exemplos:

Velta – 35 anos

Para comemorar os 35 anos da loura mais “poderosa” (duplo sentido?!) do quadrinho nacional seu criador, Emir Ribeiro presenteou os fãs com mais uma edição independente. Como bancou a edição do próprio bolso, afirmo que foi um presente.

A HQ que puxo a revista é 7 é Demais dividida em três partes. O roteiro escrito por Rubens Francisco Lucchetti, famoso por escrever HQs de terror nas décadas de 1960/70, foge da cronologia oficial de Velta, mas é sensacional! Os desenhos ficaram por conta do próprio Emir mostrando como ele consegue manter as características e evoluir ao mesmo tempo.

A outra HQ O Dia da Independência é uma seqüência das últimas publicações. Em junho de 2008 Emir lançou o Tomo 2 de Velta 35 Anos em uma revista totalmente colorida.

Anteriormente, em 2007,  Emir já havia publicado Velta, Nova Identidade Paraibana onde a curiosidade é que a revista tem duas versões. A versão em papel couchê, 100% colorida ficou maravilhosa.

Já em Velta 2009, revista com capa colorida e miolo p&b, temos o primeiro encontro entre Velta e Gilberto Gomes (detetive/namorado da loura) na HQ Detetives com história e desenhos de Emir Ribeiro. Entrem em contato com o Emir ([email protected]).

Ilustração: Emir Ribeiro (PB)

Denilson ReisindependentesEmir Ribeiro,Quadrinho Nacional,realidade alternativa,VeltaTratando-se de quadrinho nacional, o que nos vem à mente, principalmente a nós fanzineiros? Emir Ribeiro. Este paraibano começou nos quadrinhos em 1973, publicando no jornalzinho de sua escola com sua super-heroina Velta. Não demorou, já estava publicando tiras da heroína em jornais locais. Sempre batalhando para publicar Velta, Emir...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe