O mercado para o quadrinho brasileiro tem estado em ebulição já faz alguns anos. O que se vê cada vez mais comum nas prateleiras são publicações bem caprichadas e em formato livro, que em minha opinião, limita um pouco a produção, mas coloca nas livrarias verdadeiras obras-primas. Abaixo listo três obras nacionais dessa nova geração que são indispensáveis na sua coleção:

Quebra-Queixo

Marcelo Campos – desenhista e roteirista de HQs – foi um dos primeiros a conquistar uma carreira no competitivo mercado norte-americano, mas antes disso ralou muito trabalhando como ilustrador nas editoras Abril e Globo. Neste meio tempo, foi bolando seu próprio personagem e toda a mitologia que o envolve, o Quebra Queixo ou, simplesmente, QQ.

Publicado em 2003, “Quebra-Queixo – Tecnorama Volume 1” (Devir Livraria) traz a HQ “Seja Você, Sendo Eu” de Marcelo Campos e ainda uma série de roteiristas e desenhistas para mostrarem seu talento no Universo de Quebra-Queixo enfocando outros personagens como Zé Du Lixo, Nego Simão e Abantesma Jones. Entre os convidados, destaca-se Otávio Carrielo.

Necronauta
Sempre é uma satisfação ler uma obra de um autor que saiu da cena independente. Mais bacana ainda quando não só o autor, mas a obra toda começou como um trabalho editado de forma independente, publicado no formato fanzine e em papel xerox. Esta é a trajetória do personagem Necronauta de Danilo Beyruth.

“Necronauta Volume 1 – O Soldado Assombrado e outras histórias” (HQM Editora) é uma compilação das seis primeiras HQ’s do personagem, publicadas primeiramente no fanzine homônimo editado Danilo Beyruth. O material de muita qualidade traz roteiros interessantes sobre uma criação fantástica que é o universo de Necronauta.

Os desenhos de Danilo Beiruth são ótimos com um claro/escuro que lembra os grandes mestres do quadrinho em p&b. Além das seis HQ’s – uma colorida feita especialmente para uma publicação do selo Image (EUA) – temos um sketchbook e um ótimo texto do desenhista Marcelo Campos.

Joquempô

Joquempô (Devir Livraria) é mais um trabalho de HQB que teve o apoio do Governo de São Paulo por meio do ProAac, e a obra de Rogério Vilela e Nelson Cosentino mereceu este apoio. A HQ tem uma trama muito envolvente e os desenhos são bem legais e conta com uma turma de arte-finalistas e coloristas que só enriquecem o traço do desenhista.

Fico na torcida para que novos episódios sejam publicados e possamos ver o desfecho da intrigante trama. O álbum teve a publicação pela Devir Livraria em 2009 e a sua segunda edição foi prometida para este ano de 2012

Denilson ReisindependentesDanilo Beyruth,Devir,HQM Editora,Joquempô,Marcelo Campos,Necronauta,Nelson Cosentino,Quebra-Queixo,ROGÉRIO VILELAO mercado para o quadrinho brasileiro tem estado em ebulição já faz alguns anos. O que se vê cada vez mais comum nas prateleiras são publicações bem caprichadas e em formato livro, que em minha opinião, limita um pouco a produção, mas coloca nas livrarias verdadeiras obras-primas. Abaixo listo...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe