A Editora Marca de Fantasia é fundamental no debate sobre quadrinhos e isso fica evidente na série de livros teóricos da Coleção Quiosque. Veja algumas publicações:

Vida Traçada
Um dos maiores gênios do quadrinho mundial, Flávio Colin, ganhou uma biografia escrita por Gonçalo Júnior e editada pela Marca de Fantasia em 2009: “Vida Traçada – Um Perfil de Flávio Colin”. O livro marca o Volume 21 da Coleção Quiosque.

Flávio Colin morreu em 2002, numa sexta-feira, 13 de agosto – data cabalística – e sete anos depois temos esta biografia que só confirmou aquilo que os fãs do Mestre Colin já sabiam: ele foi um gênio. Pena que o grande público não pode acompanhar seu trabalho devido ao descaso com o quadrinho nacional e as tantas picaretagens que muitos artistas sofreram ao longo de anos. Mas Colin foi até os últimos dias de sua vida lutando pelo seu sonho, que era ver a HQB valorizada.

O livro de Gonçalo é rico em exemplos desta luta de Colin, através de relatos de vários momentos da carreira do desenhista e também de citações de depoimentos. Flávio Colin foi um Mestre que mereceu todos os títulos que recebeu e sua arte será eterna na memória cultural deste país graças a antologias e livros como este de Gonçalo Júnior.

Calvin & Haroldo
Vítor Nicolau em “Calvin & Haroldo – Metáfora e Crítica à Indústria Cultural”, livro da Coleção Quiosque – Volume 22 – da Editora Marca de Fantasia, mostra como o autor Bill Waterson utiliza sua tira “Calvin & Haroldo” para fazer uma crítica à Indústria Cultural utilizando-se de metáforas.

Lançado em 2009, o livro é dividido em quatro capítulos, dois onde discute os conceitos de semiótica e metáforas, um relacionando as tirinhas com estes conceitos e o último onde analisa as tiras de Bill Waterson, para comprovar como o autor usa a metáfora para fazer a crítica à Indústria Cultural, indústria essa que se utiliza dos meios de comunicação de massa para influenciar a sociedade em que vivemos.

Codinome V
Lançado em 2010 o livro Codinome V – O Herói em V de Vingança – foi escrito por Victor Pinheiro, e procura mostrar a figura do herói a partir da obra de Alan Moore, “V de Vingança”. Mas a concepção de herói em “V de Vingança” difere do tradicional e do corriqueiro a que os leitores de quadrinhos sempre tiveram acostumados e que é personalizado na figura do Super-homem.

Assim, o livro compara V e Super-homem e mostra até onde cada personagem é capaz de chegar, e, desta forma, apontando seus limites. Codinome V é apresentado como um herói que só foi possível ser criado a partir das inovações que os quadrinhos conheceram com o surgimento das “graphic novels” e das ideias de Will Eisner e outros artistas. Um dos melhores livros da coleção.

Denilson ReisindependentesAlan Moore,Bill Waterson,Calvin & Haroldo,Coleção Quiosque,Flavio Colin,Gonçalo Junior,Marca de Fantasia,V de Vingança,Vítor Nicolau,Victor Pinheiro,Vida TraçadaA Editora Marca de Fantasia é fundamental no debate sobre quadrinhos e isso fica evidente na série de livros teóricos da Coleção Quiosque. Veja algumas publicações: Vida Traçada Um dos maiores gênios do quadrinho mundial, Flávio Colin, ganhou uma biografia escrita por Gonçalo Júnior e editada pela Marca de Fantasia em...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe