Batman-vs-Superman-by-Jader-1Desde que Frank Miller escreveu a graphic novel “Cavaleiro das Trevas” publicada pela DC Comics fiquei com um gostinho de ver nas telas o Batman, que se tornou o meu herói de infância depois de assistir a série de 66 que era reprisada nas tardes dos anos 1970 pela TV, dar uma surra no Superman, o alienígena super poderoso e bondoso demais para meu gosto. Miller mostrou que era possível o homem derrotar um deus.

Abrindo o tal “universo” da DC Comics nos cinemas, “Batman VS Superman – A Origem da Justiça” me proporcionou ver nas telas este sonho realizado. O filme de Zack Snyder não é só a pancadaria entre o homem e o deus, tem muito mais e muito mesmo.

Batman-vs-Superman-by-frank-millerO filme tem duração de 153 minutos e se propõem a dar uma sequência ao filme “Homem de Aço” ao mesmo tempo em que apresenta o novo Batman e outros heróis da futura Liga da Justiça. Diferente de muito que reclamaram do filme ser muito picotado e longo, eu curti bastante e até achei necessário dar este enfoque na apresentação. Quando vi o filme terminou e mesmo depois de mais de duas horas, fiquei esperando mais, embora não tenha cenas pós-créditos.

Quanto aos personagens, Superman ainda se mostra sem graça, um ser muito supremo, mesmo quando a coisa aperta para o seu lado, não consegue me cativar. Batman agora um cara mais maduro ficou ótimo. A própria interpretação de Ben Affleck que deixou muitos apreensivos, ficou boa, bem no espírito do Batman maduro que já enfrentou todas as adversidades do mundo e agora está preparado para enfrentar o deus.

Batman-vs-SupermanMulher-Maravilha na pele de Gal Gadot ficou, desculpem-me a redundância, uma maravilha. Mesmo não tendo grandes aparições, as cenas de luta no final foram suficientes para justificar sua participação. A “santíssima trindade” da DC Comics foi bem adaptada.

A ideia de sequência do assassinato dos pais de Bruce, embora já de domínio de todos, é importante para dar uma nova adaptação do personagem. Se começa aqui uma nova era para os filmes da DC, nada mais justo de mostrar as motivações daquele que virou o “homem morcego”. Colocar Bruce Wayne impotente vendo a destruição da cidade causada pela luta de Superman contra Zod foi interessante para criar a dúvida do Bruce frente ao poder do Superman.

Li muitas críticas ao personagem Lex Luthor interpretado por Jesse Eisenberg. Ele foi taxado de ser mais uma imitação do Coringa do que o próprio Lex. Particularmente eu gostei, mas temos que ver como este Lex entra na história. Ele foi colocado como um jovem perto do Clark que já mais maduro. Isto não fecha com a cronologia dos quadrinhos. Fica a dúvida se ele é o Luthor como conhecemos nos quadrinhos ou outra personificação do personagem e aí, ele poderia ser até mesmo um fã do Coringa e por isso fazer aquelas piadas dementes para irritar seus adversários.

Batman-vs-Superman-1Por fim, o filme apresentou ótimas referências aos quadrinhos como a luta já mencionada entre Batman e Superman e a armadura vinda da HQ do Miller. Mas tivemos outras como a participação do vilão Apokalipse e a “Morte do Superman”.

Aguardemos o que vem pela frente neste novo universo DC Comics nos cinemas.

Ilustração: Jader Corrêa (RS)

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2016/05/Batman-vs-Superman-by-Jader.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2016/05/Batman-vs-Superman-by-Jader-300x300.jpgDenilson ReisindependentesBatman,Batman vs Superman,Cavaleiro das Trevas,DC Comics,SupermanDesde que Frank Miller escreveu a graphic novel “Cavaleiro das Trevas” publicada pela DC Comics fiquei com um gostinho de ver nas telas o Batman, que se tornou o meu herói de infância depois de assistir a série de 66 que era reprisada nas tardes dos anos 1970 pela...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe