Próximo ao meu aniversario de nove anos, pedi uma Barbie de presente para meus pais. Não riam, eu achava aquelas bonecas lindas (ao contrário de hoje, que as coitadas das Barbies tem cara de piriguete, mas discutiremos isso em outra ocasião).

Enfim, meu aniversario chegou e devido às severas restrições orçamentárias de casa, ganhei uma versão made in banca do camelô do brinquedo. Não era nem de longe o que eu queria, mas foi com o que tive que me contentar. Acho que todos passaram por uma situação dessas na infância, e os vídeos de pais trollando os filhos com caixas de videogames cheios de roupas que lotam o YouTube estão ai para provar o que digo.

O que não esperava era ter que reviver essa decepção com Blue Exorcist, lançado recentemente pela editora JBC!

No original “ Ao No Exorcist” é um dos títulos mais populares da antologia Jump Square, com roteiro e arte da Kazue Kato. Mesmo usando e abusando de fórmulas básicas dos Shounens e clichês a rodo, a série conquista os leitores pelas boas sacadas da história, o carisma dos personagens e pela curiosa visão da autora por elementos religiosos ocidentais.

No primeiro volume conhecemos Rin Okumura e seu irmão gêmeo Yukio. Órfãos, foram criados desde padre Shiro Fujimoto, e mesmo tendo crescidos juntos suas personalidades não poderiam ser mais diferente, com Yukio sendo um rapaz sério e centrado que acaba de ser aceito como professor numa prestigiada escola, enquanto Rin é desleixados, cabeça quente, impaciente e esta sempre se envolvendo em brigas.

As coisas seguem nesse ritmo até Rin ser atacado por um demônio o que obrigada o velho padre contar a verdade sobre sua origem: Rin é filho de Satã. Todos esses anos, Fujimoto se esforçou para esconder o paradeiro do garoto de seu verdadeiro pai, para que ele pudesse ter uma vida normal.

Os poderes demoníacos de Rin estão selados numa espada, a Kurikara, que se desembainhada faria com assuma sua verdadeira forma e poderes. Como esperado, ele não acredita em nada disso e acha que Fujimoto só quer se livrar dele, e durante a discussão o próprio Satã possui o corpo do padre com a intenção de levar Rin para seu reino. É explicado que existem dois mundos, Assiah o mundo dos humanos e Gehenna o lar dos demônios, e o objetivo de Satã é dominar os dois usando o recém-descoberto filhote para isso.

Rin luta e consegue se safar do pai demoníaco, mas infelizmente não consegue salvar Fujimoto cujo corpo não aguentou a possessão. Durante o velório do padre, o garoto é abordado por uma curiosa figura. Falo de Mephisto Pheles, diretor da escola Vera Cruz e também um dos lideres da ordem dos exorcistas, que veio com a única missão de matar Rin, mas quando este diz que deseja se tornar um exorcista e derrotar Satã acaba sendo aceito pelo excêntrico diretor para ingressar no curso que o tornara um combatente das forças demoníacas.

Agora de onde veio toda a minha decepção com esse lançamento? Bem, a partir do momento que a editora vem anunciando que manteria as páginas coloridas e todos os mimos que as edições possuíam no original! É broxante ver que tal tratamento foi negado a uma série tão aguardada. Um maior cuidado nos extras da edição, compostos por fichas dos personagens e esboços, também fez falta nessa edição.

Podem parecer bobagens, mas quando se espera tanto por algo e recebe uma versão abaixo do esperado ficamos com o mesmo sentimento de quando recebemos a versão paraguaia daquele brinquedo que queríamos. Só faltou as meias na caixa do X-Box.

Blue Exorcist nº1
Editora JBC
Roteiro e arte: Kazue Kato
Periodicidade mensal
13,5 x 20,5 cm
Papel brite 52g
190 páginas
R$ 11,90

Lily CarrollmanganimeBlue Exorcist,JBC,Kazue Katō,mangáPróximo ao meu aniversario de nove anos, pedi uma Barbie de presente para meus pais. Não riam, eu achava aquelas bonecas lindas (ao contrário de hoje, que as coitadas das Barbies tem cara de piriguete, mas discutiremos isso em outra ocasião). Enfim, meu aniversario chegou e devido às severas restrições...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe