manganime_one_piece_01

Olá, amigos. Este é meu primeiro texto aqui no Impulso HQ, e achei que seria interessante eu me apresentar melhor a vocês, falando sobre um anime/mangá que eu gosto muito: One Piece.

One Piece conta a história de Monkey D. Ruffy e sua tripulação de piratas, que juntos buscam pelo tesouro que dá nome ao mangá. Um pirata muito forte e pioneiro chamado Gol D. Roger escondeu o One Piece em algum lugar do mundo, e aquele que encontrá-lo será o Rei dos Piratas.

Uma coisa interessante é que ninguém sabe ao certo o que é o One Piece, ou o que ele representa. Ele é até considerado uma lenda por muitos.

Eu conheci este mangá na sua data de lançamento no Brasil pela Editora Conrad, em fevereiro de 2002. Nessa época eu estava no meu segundo ano de faculdade, e comprei o primeiro número só para saber como era, sem muito interesse…
E bem, na verdade, não achei o começo da história lá muito interessante… Eu não gostava do traço, e a história não era muito diferente do velho clichê de mangá shonen do garoto que tem um sonho e faz de tudo para conquistá-lo…
manganime_one_piece_02

Mas bem, resolvi dar uma chance aquele mangá, sem maiores pretensões… E não me arrependo até hoje. Quando se conhece One Piece melhor, passamos a ver que os personagens são muito mais profundos do que a princípio você poderia esperar.

Eles podem parecer extremamente caricatos à primeira vista, mas cada um carrega em seu passado um estigma que os marcará pelo resto da vida. E é interessante ver como cada um lida com isso.

Acho interessante notar como One Piece não parece chamar a atenção da maioria do público brasileiro. Mangás como Naruto e Bleach são muito mais populares, e One Piece parece sempre ficar fora dos holofotes, em segundo plano. (Eu pessoalmente acho um pecado, hehehe). Coisa que não acontece no Japão, por exemplo, onde One Piece é sempre líder de audiência.

Criado pelo simpático Eiichiro Oda em 1997, One Piece parece estar na metade da história a ser contada. E é ótimo ver como a história não perde o ritmo, não fica confusa e nem se enfraquece.

Muito pelo contrário, Oda é um mestre em contar a sua história, sem cometer furos de roteiro, e sempre reaproveitando personagens que você sequer esperaria que apareceriam de novo… Em One Piece, ninguém aparece por acaso.

Nenhum diálogo ou cena é adicionado sem pensar no futuro… Para um mangá tão extenso que dura mais de 10 anos, essa noção de fatos futuros é inacreditável… Oda me surpreende muito por causa disso.

Ele consegue colocar um personagem no começo do mangá com um plano de fundo já completamente definido, e depois reutilizá-lo anos depois, para contar uma outra parte essencial da narrativa, que sem aquele personagemzinho, não poderia seguir em frente…

E Oda sempre consegue nos emocionar com seus personagens… Todos os integrantes da tripulação de Ruffy tem histórias de superação, difíceis de não se identificar… Para aqueles leitores que acompanham a história atualizada, Nico Robin e Brook são ótimos exemplos…
Enfim, é uma pena que One Piece tenha parado de ser lançado… Era uma das melhores publicações da Conrad.

Mas quem é fã mesmo continua a acompanhar pela net mesmo… E se você ainda não leu, não espere mais!! Dê uma chance a esse maravilhoso mangá de “traço feinho”…

Priscila Baronemanganimemanganime,one pieceOlá, amigos. Este é meu primeiro texto aqui no Impulso HQ, e achei que seria interessante eu me apresentar melhor a vocês, falando sobre um anime/mangá que eu gosto muito: One Piece. One Piece conta a história de Monkey D. Ruffy e sua tripulação de piratas, que juntos buscam pelo...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe