x-men-apocalipse-1Com Deadpool, e agora com esse novo filme da franquia X, a 20th Century Fox nos surpreende novamente

Finalizando essa nova trilogia e ao mesmo tempo iniciando uma nova saga da Segunda Gênese, X-Men: Apocalipse consegue ser muito bom em diversos pontos. Nos primeiros 15 minutos de filme já somos completamente surpreendidos com o nível de crueldade, tortura e morte nas batalhas iniciais e, embora tenha pouco sangue, são cenas que nem todos conseguem assistir.

O filme inicia com todo o culto antigo ao mutante En Sabah Nur com um clima egípcio e os Quatro Cavaleiros do Apocalipse logo no começo já mostram sua completa devoção a seu deus. O foco da trama é centrada nos anos 80, 10 anos depois dos acontecimentos de Dias de Um Futuro Esquecido. Curiosa é a postura de Mística (Jennifer Lawrence), agora a heroína do povo devido ao salvamento do presidente, que decide esconder o rosto por não se achar no direito de ser tão idolatrada e vaga pelo mundo salvando mutantes de condições precárias, mas ao mesmo tempo, não se importando com o que acontecerá com eles após saírem dos locais.

x-men-apocalipse-2Charles Xavier (James McAvoy) cuida dos estudos dos novos mutantes, Scott, Jean e Kurt, que são apresentados um tanto quanto as pressas, mas com o passar do tempo, vamos pegando afeição por eles. Scott aos poucos vai dando pistas sobre seu comportamento como líder. Kurt, apesar do visual muito criticado, é fiel a sua contraparte dos quadrinhos e em várias cenas demonstra sua religiosidade, sempre com o sotaque alemão. Jean já está estudando há mais tempo no Instituto, mais madura que a maioria, buscando sempre o máximo de controle possível em relação a seus poderes. E quem diria, Magneto (Michael Fassbender) conseguiu se refugiar e até mesmo criou uma família.

E então a ameaça é apresentada aos poucos.

x-men-apocalipse-3O vilão consegue trazer motivações palpáveis e uma ameaça real com direito até mesmo de uma explicação científica para o plano dele. Um dos pontos fortes do filme é conseguir passar a sensação de catástrofe global. São diversos sotaques dos personagens, até mesmo diálogos em árabe. Tempestade com sotaques africano e Noturno com o seu alemão. A imensa variedade de locações nos faz crer que o apocalipse afetará o mundo inteiro.

Quanto aos Quatro Cavaleiros do Apocalipse, todos eles são fantásticos em cena. Psylocke em batalha na cena final é de se comparar com a cena da Mulher Maravilha em Batman VS Superman. O Anjo, infelizmente não muito aproveitado, tem cenas de luta muito boas contra Kurt. E por fim, Magneto, como sempre com a atuação brilhante de Michael Fassbender, foi muito bem aproveitado durante o filme inteiro. Na verdade, foi o condutor de todo o filme. O personagem mais bem explorado e com as motivações mais reais que fazem você querer até mesmo torcer para ele, mesmo quando ele é um vilão.

x-men-apocalipse-4A batalha final entre os Cavaleiros e os X-Men é um show incrível, apesar de algumas críticas sobre o excesso de efeitos especiais. Até mesmo o Mercúrio, consegue ter uma cena baseada na sua própria sequência do filme anterior, mas maior e muito melhor. Agora sabendo de seu parentesco, ele vai ao Instituto para ver se consegue respostas sobre o paradeiro de seu pai. Como fan service, a cena em que o Wolverine aparece (isso mesmo, fiquem tranquilos, é apenas uma cena) é a participação mais fiel aos quadrinhos do personagem até aqui nos seis filmes da franquia.

No geral, X-Men Apocalipse é o mais fraco dessa nova trilogia, mas não quer dizer que ele seja ruim. Parece até mesmo contraditório levando em conta que a analise até agora foi completamente positiva, porém, Primeira Classe e Dias de Um Futuro Esquecido ainda são superiores em muitas partes. Seria como se X-Men Apocalipse fosse uma ponte entre o fim da Primeira Classe e o início da Segunda Gênese, cheio de referências aos quadrinhos que faz com que diversos fãs pirem, exceto os que possuem preconceito com a Fox, mas falaremos disso em outro texto.

PS: Contrariando todos os trailers exibidos, a Mística não é a protagonista e X-Men Apocalipse ficou bem dosado entre os personagens, com um vilão muito bom (exceto pela caracterização), construção de personagens excelentes e uma batalha final que mostra os novatos em grupo.

Trailer:

X-Men: Apocalipse
Direção: Bryan Singer
Roteiro: Simon Kinberg, Dan Harris, Michael Dougherty, Bryan Singer
Elenco: James McAvoy, Michael Fassbender, Jennifer Lawrence, Nicholas Hoult, Rose Byrne, Lucas Till, Oscar Isaac, Olivia Munn, Evan Peters, Kodi Smit-McPhee, Sophie Turner, Tye Sheridan, Alexandra Shipp, Josh Helman, Lana Condor , Ben Hardy
Trilha Sonora: John Ottman
Produção: Marvel Entertainment e Twentieth Century Fox Film Corporation
Produtores: Simon Kinberg, Lauren Shuler Donner, Bryan Singer, Hutch Parker
Distribuidor nacional: FOX Filmes

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2016/05/landscape-1449872293-x-men.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2016/05/landscape-1449872293-x-men-300x300.jpgMatheus ZucacinemaNós assistimosAlexandra Shipp,Apocalipse,Ben Hardy,Bryan Singer,Dan Harris,Evan Peters,FOX,James McAvoy,Jennifer Lawrence,John Ottman,Josh Helman,Kodi Smit-McPhee,Lana Condor,Lucas Till,Michael Dougherty,Michael Fassbender,Nicholas Hoult,Olivia Munn,Oscar Isaac,Rose Byrne,Simon Kinberg,Sophie Turner,Tye Sheridan,x-menCom Deadpool, e agora com esse novo filme da franquia X, a 20th Century Fox nos surpreende novamente Finalizando essa nova trilogia e ao mesmo tempo iniciando uma nova saga da Segunda Gênese, X-Men: Apocalipse consegue ser muito bom em diversos pontos. Nos primeiros 15 minutos de filme já somos...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe