Como será que um dos maiores nomes da literatura fantástica começa sua trajetória? Qual a história por trás do nome? Sem a autorização da família Tolkien, o filme estrelado por Nicholas Hoult chega aos cinemas para mostrar que o criador de uma das jornadas mais famosas do mundo também viveu uma vida de amizades e aventuras.

Vindo da África do Sul com sua mãe e seu irmão Hilary, John Ronald Reul Tolkien (Nicholas Hoult) mudou-se para o subúrbio de Birmingham. Já doente, a mãe falece e deixa os meninos apenas com suas histórias e a imaginação fértil.

Os cuidados dos irmãos Tolkien passam para a igreja e o padre amigo de sua mãe passa a cuidar de seus interesses, mudando os dois órfãos para a casa de uma tia, onde John conhece aquela será sua maior paixão, Edith (Lilly Collins).

Na escola Tolkien inicialmente tem que enfrentar um valentão, mas acaba por juntar-se a ele e mais dois amigos, formando o que seria a primeira Sociedade literária, a T.C.B.S. (Tea Club, Barrowian Society), que faz um grande paralelo com quatro amigos criados por Tolkien.

A vida de Ronald parece comum, apesar de jovens de 15 anos tomando chá e falando sobre arte e literatura pareça diferente aos nossos olhos. A diferença estava em como ele via as palavras, desde pequenos estudando idiomas diferentes e criando novos a partir deles. Para criar esses idiomas é necessário criar povos e a imaginação de Tolkien o leva às criaturas fantásticas.

A magia das palavras do autor é interrompida pela Primeira Guerra Mundial, mas pelo filme podemos pensar que escrever foi a maneira que ele encontrou de manter viva as amizades que perdeu pelo caminho.

As atuações do casal Hoults e Collins são sem dúvida uma das melhores de ambos, mas são as cenas dos quatro amigos que merecem mais atenção, onde podemos ver de onde Tolkien tirou inspiração para criar a amizade dos Hobbits.

É comum o cinema romantizar a vida de autores icônicos, especialmente britânicos ou ingleses, e fazer paralelos com suas obras. Vale citar filmes que vão pelo mesmo caminho que Tolkien e que podem agradar os amantes da literatura, como Em busca da terra do Nunca, que conta a história de J. M. Barrie, autor de Peter Pan, estrelado por Johnny Deep e Kate Wislet, e Miss Potter, autora de Peter Rabbit interpretada por Renée ZellWeger. Tolkien já pode juntar-se a essas lindas histórias.

Tolkien
Direção: Dome Karukoski
Trilha Sonora: Thomas Newman
Roteiro: David Gleeson e Stephen Beresford
Elenco: Colm Meaney, Derek Jacobi, Lily Collins, Nicholas Hoult, Anthony Boyle, G.B. Smith, Craig Roberts, Genevieve O’Reilly, Harry Gilby, Laura Donnelly, Mimi Keene, Pam Ferris, Patrick Gibson, Tom Glynn-Carney
Produtoras: Fox Searchlight Pictures, Chernin Entertainment
Distruibuição nacional: Fox Film do Brasil

Nós Assistimos: Tolkienhttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2019/05/tolkien.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2019/05/tolkien-150x150.jpgLaís TigrecinemanotíciasDavid Gleeson,Dome Karukoski,FOX,Fox Film do Brasil,Lily Collins,Nicholas Hoult,Stephen Beresford,Thomas Newman,TolkienFacebook Twitter Instagram Youtube Como será que um dos maiores nomes da literatura fantástica começa sua trajetória? Qual a história por trás do nome? Sem a autorização da família Tolkien, o filme estrelado por Nicholas Hoult chega aos cinemas para mostrar que o criador de uma das jornadas mais famosas do mundo também...O Impulso HQ é um site e canal no YouTube dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe