Seria simples dizer que ‘A Tartaruga Vermelha’ conta a história de um homem que encontra uma mulher, eles têm um filho e juntos passam por momentos difíceis. Um filme que parte de premissas simples, se torna elegante e profundamente tocante, mostrando uma análise bem feita dos ciclos da vida, tanto para o homem quanto para o animal.

Atenção: esse texto contém alguns spoilers à frente!

Depois de uma tempestade, nosso protagonista acorda em uma ilha, que mais tarde ele descobre ser deserta, com apenas alguns animais, incluindo um pequeno grupo de carismáticos caranguejos. Ele então decide construir uma jangada para sair da ilha.

Logo na primeira tentativa, quando já estava em alto mar, uma criatura misteriosa bate na jangada causando o colapso da mesma. Rapidamente ele procura na água pela criatura, mas nada encontra. De volta à ilha ele constrói uma segunda jangada, mas o mesmo acontece, quase como se a criatura não quisesse que ele fosse embora.

Na terceira tentativa ele se depara com uma tartaruga vermelha gigante. A tartaruga eventualmente se torna em uma linda mulher de cabelos vermelhos, ela e o homem têm um filho juntos, um garoto que nasceu e cresceu com um vínculo natural para com a ilha.

Mesmo com a narrativa do filme se estendendo por vários anos, não é necessariamente complexo ou detalhado, os 80 minutos de filme seguem simples e deliberados. Apesar dos elementos místicos na transformação da tartaruga é uma história bem tranquila, quem sabe até tachada de chata por aqueles que gostam de uma narrativa mais agitada.

Mas a narrativa não é o que chama atenção, o filme é visualmente lindo, utilizando cores, luzes, músicas para despertar as emoções que os personagens nunca deram voz. É a visão de um mundo natural, com energia e propósito, é convidativo e imponente, cheio de detalhes e movimentos que se perdem entre realismo e abstrato.

O filme em si é mais um exercício emocional do que intelectual, é um grande exemplo do que a animação é capaz. O resultado de tudo isso é uma beleza rara, mesmo apresentando uma metáfora para com a vida, ‘A Tartaruga Vermelha’ é igualmente uma descrição da vida, que apesar do seu título é um filme repleto de humanidade.

Trailer:

A Tartaruga Vermelha
Título Original: The Red Turtle
História original e roteiro: Michael Dudok de Wit
Adaptação: Pascale Ferran e Michael Dudok de Wit
Trilha sonora: Laurent Perez del Mar
Estúdio de animação: Prima Linea Productions
Duração: 80 minutos

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2017/02/a-tartaruga-vermelha.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2017/02/a-tartaruga-vermelha-150x150.jpgLucas ManoelcinemaNós assistimosA Tartaruga Vermelha,Laurent Perez del Mar,Michael Dudok de Wit,Pascale Ferran,The Red TurtleSeria simples dizer que 'A Tartaruga Vermelha' conta a história de um homem que encontra uma mulher, eles têm um filho e juntos passam por momentos difíceis. Um filme que parte de premissas simples, se torna elegante e profundamente tocante, mostrando uma análise bem feita dos ciclos da vida,...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe