Lorraine Broughton (Charlize Theron), uma agente disfarçada do MI6, é enviada para Berlim durante a Guerra Fria para investigar o assassinato de um oficial e recuperar uma lista perdida de agentes duplos. Ao lado de David Percival (James McAvoy), chefe da localidade, a assassina brutal usará todas as suas habilidades nesse confronto de espiões.

Para quem não sabe, a produção é a adaptação da graphic novel “Atômica: A Cidade Mais Fria” de Antony Johnston. Na história que se passa em 1989, durante os dias que precederam a queda do muro de Berlin, Lorraine Broughton é uma espiã Inglesa que viaja à Berlim para recuperar uma lista contendo o nome de todos os agentes secretos em atividade. Lá ela recebe auxílio do misterioso David Percival, que pode ou não ser um importante aliado.

Apesar de ser uma adaptação quase literal, o filme tomou algumas liberdades criativas. A Lorraine de Theron não é morena como a original, o Percival de McAvoy é bem mais jovem e a grande cena de luta do filme se passa entre duas páginas da Graphic Novel, mas quem se importa?

A atriz já provou que segura bem filmes de ação e este empolga não só pelos atores escolhidos como pela direção e pela arte. David Leitch é um diretor pop capaz de dirigir excelentes cenas de ação e escolher músicas que complementam os diálogos dos personagens.

Como os trailers já haviam revelado, em muitos momentos, o filme vira um videoclipe (no bom sentido) onde as músicas não só complementam o texto como a dão o tom da ação. Bons exemplos são o diálogo sobre a queda do Muro de Berlin que anuncia a música Cities in Dust da mesma forma que London Calling é anunciada por um comentário sobre visitar a rainha.

Mesmo que tanto o filme quanto a personagem só nos revelam o que precisamos saber, a escolha de planos fechados, com muitos closes acaba nos tornando testemunhas oculares e cúmplices. Ficamos angustiados para saber como ela saiu inteira de Berlin, principalmente a partir do meio do segundo ato, quando a história sofre a primeira reviravolta e ela precisa provar que para cada plano sempre há vários contra planos e reviravoltas que nos surpreendem até a última cena.

Como Atômica é sucesso garantido, voltaremos a ver tanto a atriz quanto a personagem na adaptação de The Coldest Winter, a mais recente história da personagem.

Atômica (2017)
Título Original: Atomic Blonde
Origem: EUA
Direção: David Leitch
Roteiro: Kurt Johnstad
Direção de fotografia: Jonathan Sela
Trilha sonora: Tyler Bates
Elenco: Charlize Theron , Sofia Boutella , James McAvoy , John Goodman, Eddie Marsan, Toby Jones, James Faulkner, Roland Møller, Sofia Boutella, Bill Skarsgård, Sam Hargrave
Classificação: 16 anos
Duração: 115 min.
Produção: 87Eleven, Closed on Mondays Entertainment, Denver and Delilah Productions e Focus Features
Distribuição brasileira: Universal Pictures

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2017/09/atomica-Charlize-Theron.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2017/09/atomica-Charlize-Theron-150x150.jpgAlexandre DassumpcaocinemaNós assistimosAntony Johnston,Atômica,Atomic Blonde,Bill Skarsgård,Charlize Theron,David Leitch,Eddie Marsan,James Faulkner,James McAvoy,John Goodman,Jonathan Sela,Kurt Johnstad,Roland Møller,Sam Hargrave,Sofia Boutella,Toby Jones,Tyler BatesLorraine Broughton (Charlize Theron), uma agente disfarçada do MI6, é enviada para Berlim durante a Guerra Fria para investigar o assassinato de um oficial e recuperar uma lista perdida de agentes duplos. Ao lado de David Percival (James McAvoy), chefe da localidade, a assassina brutal usará todas as...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe