A revista New Yorker publicou uma matéria em que afirma que o megaprodutor Harvey Weinstein contratou investigadores particulares para monitorar suas vítimas e jornalistas interessados em seu histórico e comportamento.

Alguns agentes disfarçados foram enviados para obter informações, uma mulher se passou por ativista do direito das mulheres para obter informações sobre o livro de Rose McGowan, que acusa Weinstein de estupro.

Uma empresa de segurança foi contratada para bloquear as matérias a respeito de Harvey na New Yorker e no New York Times detalhando as alegações de assédio sexual envolvendo o produtor.

Depois de denúncias de dezenas de mulheres, Weinstein foi demitido de sua própria empresa e banido para sempre do Sindicato dos Produtores. Atualmente ele está em uma clínica de reabilitação, a mesma de Kevin Spacey. Esses dois nomes estão junto a outros que recentemente estiveram no centro do assunto assédio.

Harvey nega todas as acusações.

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2017/11/Harvey-Weinstein.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2017/11/Harvey-Weinstein-150x150.jpgMarina CiconelicinemanotíciasHarvey WeinsteinA revista New Yorker publicou uma matéria em que afirma que o megaprodutor Harvey Weinstein contratou investigadores particulares para monitorar suas vítimas e jornalistas interessados em seu histórico e comportamento. Alguns agentes disfarçados foram enviados para obter informações, uma mulher se passou por ativista do direito das mulheres para...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe