Worlds-Finest-Comics_080_Vol1941_DC-Comics__ComiClashNem bem a Era de Prata havia começado de fato e algumas histórias já traziam alguns elementos e o clima imaginativo pelo qual esse período seria famoso. Histórias que colocavam personagens em situações fora do convencional, brincando ao máximo com suas respectivas mitologias. Era o cenário perfeito para introduzir elementos novos e mostrar que o leitor sempre teria uma surpresa nova a ser mostrada dentro do mundo dos personagens que ele pensava que conhecia.

A revista World’s Finest Comics costumava mostrar histórias onde Superman e Batman dividiam seus problemas. E nem sempre estes problemas estavam ligados a agirem como super-heróis. Em situações absurdas, trazia também comparações nos mundos tão díspares de cada um dos personagens. Como introduzir, por exemplo, um playboy boa vida como Bruce Wayne no estressante mundo dos jornais impressos, vívido pelo repórter Clark Kent? O combate ao crime, nessa história, acaba se tornando algo secundário devido ao desenrolar da estranha situação.

098 O SUPERJORNAL DE GOTHAM AA Gazeta de Gotham, o mais famoso jornal de Gotham City (da mesma forma que o Planeta Diário era para Metrópolis) está passando por uma crise financeira devido ao baixo apelo de suas notícias. O editor-chefe até tem um furo de reportagem ligado ao submundo do crime, mas os acionistas não pretendem esperar pela conclusão de suas investigações. Bruce Wayne tenta ajudá-lo e ganha trinta dias para que o jornal mostre algum furo de fato e se livre de ser descontinuado. Bruce, na verdade, não tem nenhuma experiência com jornalismo. Mas conhece alguém que pode ajudá-lo: o repórter Clark Kent.

Para ajudar o amigo, Clark tenta ludibriar o editor do Planeta Diário, Perry White, e este designa não apenas ele, mas sua parceira, Lois Lane, para ajudar o conceituado jornal. A ideia de Bruce é que Clark possa ganhar tempo com furos de reportagem enquanto ele usa seus conhecimentos como detetive para investigar sobre a notícia ligada ao submundo do qual o editor-chefe falou. Mas há uma reviravolta: o editor, desesperado para salvar o jornal, acaba sofrendo um colapso, piorando a situação do jornal e as pistas que Bruce/Batman poderia conseguir.

098 O SUPERJORNAL DE GOTHAM BDiante da dificuldade, o trio agora tem que assumir papéis bem diferentes do que haviam planejado. Clark ainda continua como o repórter responsável por trazer notícias quentes, mas agora tem Bruce Wayne como seu principal rival na busca por um furo (na verdade, Bruce se ofereceu como repórter, alegando que já estudou jornalismo, apenas para tentar ficar dentro da redação e poder encontrar as pistas deixadas pra trás). O maior problema é com Lois Lane. Ou melhor… ela SE TORNA o maior problema. Para a surpresa de todos, ela tem que assumir o cargo de editora, mas faz isso tão bem que fica ainda mais severa que Perry White. Tão linha dura que dificulta ao máximo o acesso de Bruce aos arquivos da redação.

Sem muito que fazer, segue-se uma verdadeira guerra entre Clark e Bruce para conseguir notícias interessantes. Bruce, mais por sorte do que por talento, acaba surpreendendo e passando a perna em seu colega, mesmo quando ele utiliza seus poderes como Superman para ajudar.

Nos bastidores, Robin consegue descobrir mais sobre o criminoso investigado, graças à única pista que Bruce conseguiu: uma frase. Nessa frase, era citada “O Toupeira”, que Robin descobre ser o apelido de um criminoso especializado em construir túneis. Apesar de acreditarem, inicialmente, que ele planejava organizar uma fuga da prisão, Robin desvenda um grande roubo ao Banco de Gotham através de túneis. Capturado pelos bandidos, o menino-prodígio é salvo por Superman e Batman, que levam todos os criminosos para a prisão.

098 O SUPERJORNAL DE GOTHAM CO Gazeta de Gotham tem, finalmente, seu furo de reportagem e é salvo de ser fechado. Bruce abandona sua carreira de repórter, apesar de ter se destacado na função. E Lois e Clark voltam para a mão pesada de Perry White.

Ainda mais peculiar do quer ver os três personagens centrais em papéis tão diferentes, está o motivo pelo qual Perry White decidiu ajudar um jornal que, de qualquer forma, é seu concorrente: ele começou sua carreira no Gazeta de Gotham. Em um mundo onde Batman e Superman são conhecidos como “os melhores do mundo”, é notável que Perry White já estivesse agindo nas vizinhanças de ambos… tornando-se uma espécie de “melhor editor do mundo”… ainda que com a mão pesada que administre seu trabalho.

World’s Finest Comics #80
DC Comics – Janeiro de 1956
Escrita por Edmond Hamilton | Desenhada por Dick Sprang
Publicada no Brasil pela Ebal, em Almanaque Invictus 1971

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2015/04/Worlds-Finest-Comics_080_Vol1941_DC-Comics__ComiClash1.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2015/04/Worlds-Finest-Comics_080_Vol1941_DC-Comics__ComiClash1-300x300.jpgMarcos Darkprata da casaBatman,DC Comics,Dick Sprang,Edmond Hamilton,Era de Prata,Superman,World’s Finest ComicsNem bem a Era de Prata havia começado de fato e algumas histórias já traziam alguns elementos e o clima imaginativo pelo qual esse período seria famoso. Histórias que colocavam personagens em situações fora do convencional, brincando ao máximo com suas respectivas mitologias. Era o cenário perfeito para introduzir...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe