101-O-GORILA-DOURADO-ABoas ideias surgem de diversas formas. Podem ser acidentalmente ou mesmo planejadas durante um bom tempo. Tempo esse em que separa o autor de seus leitores no que diz respeito às origens de suas boas ideias.

Na curta aventura de Congo Bill, que em 1957 era publicada como história secundária da revista Action Comics (título que era liderado pelo Superman), mostra o aventureiro se encontrando com um elemento que seria muito importante em suas aventuras futuras.

Congo Bill se encontra em um terrível dilema quando é misteriosamente salvo por um peculiar gorila de pelos dourados. A fera, que em situações normais poderia ser uma ameaça para sua vida, parece sempre estar de prontidão para afastar Congo Bill da morte certa. O animal torna-se quase um super-herói do próprio herói.

101-O-GORILA-DOURADO-BMas o estranho comportamento de seu novo amigo é posto em dúvida quando vários nativos e exploradores relatam que seus objetos estão sendo roubados por um gorila de pelo dourado. A coloração do gorila é tão rara que Congo Bill não tem dúvidas de que se trata de seu salvador. Para o desespero de Janu, o jovem que acompanha o aventureiro, eles terão que sacrificar o gorila dourado.

101-O-GORILA-DOURADO-CAo encontrar o gorila, Congo Bill não perde muito tempo em pensar porque uma criatura tão dócil e heroica possa ter se tornado um transtorno tão grande. Mesmo sob os protestos de Janu, o aventureiro desfere tiros no gorila… e o mata. Ao se aproximarem, no entanto, notam que a coloração dourada de seus pelos é artificial. Aquele não é o mesmo gorila que vem salvando Congo Bill nos últimos dias.

De fato, Congo Bill e Janu descobre uma rede de ladrões na selva que utilizaram um gorila adestrado e o pintaram de dourado para que ganhasse confiança dos nativos e do próprio Congo Bill, permitindo que se aproximasse o bastante para roubá-los. Ao desbaratar a quadrilha, Congo Bill está claramente em desvantagem contra tantos ladrões. Isso se o seu amigo de pelos dourados não aparecesse e ajudasse a prendê-los.

Congo_Bill_Vol_1_1O mais curioso dessa aventura é que o tão incomum gorila dourado seria um elemento importante nas aventuras futuras de Congo Bill (mais para frente falaremos sobre Gongorilla). A simples escolha do gorila dourado parece ter agradado os leitores a tal ponto que ele se tornou uma boa ideia a ser aproveitada posteriormente, mesmo que de uma forma pouco comum. Mas o que chama a atenção é justamente terem utilizado um elemento tão incomum (não se veem gorilas dourados com muita frequência, afinal), como se o autor já planejasse o que viria a seguir.

De qualquer forma, planejado ou não, o fato é que o gorila dourado tornou-se icônico nas aventuras de Congo Bill, repercutindo de tal modo que seu nome e presença ficariam conhecidos pelas futuras gerações de leitores muito mais do que o próprio aventureiro. Uma boa ideia que veio em embalada em uma coloração dourada.

Action Comics #224
DC Comics – janeiro de 1957
Escrita por Jack Miller | Desenhada por Howard Sherman
Publicada no Brasil pela Ebal, em Batman Bi n°25

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2015/06/Congo_Bill_Vol_1_11.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2015/06/Congo_Bill_Vol_1_11-300x270.jpgMarcos Darkprata da casaAction Comics,Congo Bill,DC,Howard Sherman,Jack MillerBoas ideias surgem de diversas formas. Podem ser acidentalmente ou mesmo planejadas durante um bom tempo. Tempo esse em que separa o autor de seus leitores no que diz respeito às origens de suas boas ideias. Na curta aventura de Congo Bill, que em 1957 era publicada como história secundária...IMPULSO HQ é um site que se propõe a discutir histórias em quadrinhos e assuntos derivados como cinema, games e cultura pop em geral.