Blade Runner, Minority Report, Robocop, De Volta para o Futuro 2 e outros filmes clássicos tentaram imaginar como seria o futuro, mas o desejo de prever quais seriam as revoluções sociais e tecnológicas não ficaram apenas na ficção. Em um artigo publicado em 1988, no jornal Press and Sun-Bulletin, diversos especialistas teorizaram os trabalhos do futuro.

De acordo com a publicação realizada pelo time da Betway Cassino, as previsões feitas nos anos 1980 eram baseadas em duas megatendências da época: a ideia contagiosa que dizia que o mundo estava em declínio e a vida das gerações seguintes estava comprometida e a visão otimista que apontava que estávamos a beira de um boom econômico global em uma escala nunca antes vista, como muito bem detalhava uma publicação da Wired na época.

O período de 40 anos que estava por vir, de 1980 a 2020, era visto por historiadores e cientistas como um momento extraordinário com os anos-chave de uma transformação notável e tecnologias que quebrariam paradigmas, democratizariam o acesso à informação e daria voz para qualquer um, em quaisquer lugares do mundo.

No artigo publicado no dia 5 de setembro de 1988, o jornal Press and Sun-Bulletin, de Nova York, falava com diversos especialistas sobre como os trabalhos do futuro seriam. Claro que esse tipo de previsão, embora tenha sua margem de acerto, parece sempre trazer as ideias mais malucas.

Pensando em comparar as previsões da década de 80 com o que é realidade hoje em dia, a equipe de pesquisa da Cassino Online Betway montou um infográfico apresentando a margem de acerto dessas práticas de futurologia e ainda traçou caminhos para os próximos anos. Assim como nos filmes, muitas das previsões são ou estão próximas de uma realidade possível. Quase todos os itens da lista existem hoje como um trabalho – talvez a única exceção seja astrônomo lunar.

Marvin Cetron, um analista tecnológico, analisava o ano 2000 e previa uma semana de trabalho de 32 horas. Em alguns países isso já acontece. De acordo com dados mais recentes da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), na Holanda a média de trabalho é de 29,2 horas por semana. Na Dinamarca é de 32,4. Já no Brasil, esse tipo de jornada reduzida é algo bem distante da realidade. Por aqui, o padrão são 40 horas semanais.

Cetron também dizia que estudantes universitários do futuro estudariam engenharia genética e robótica, o que hoje é, de fato, uma tendência profissional. Em ambos os casos, especialistas afirmam o mercado é bastante promissor. 

Por fim, no topo da lista de previsões de Cetron para candidatos a emprego do futuro estão as profissões relacionadas a informática: “Certifique-se de ter conhecimentos de informática. Você não vai conseguir entrar no mercado de trabalho se não tiver isso. Vai ser uma necessidade tão básica quanto dirigir um carro”. Essa ele acertou na mosca.

Tanto os cientistas como a ficção nos dão um gostinho do que podemos esperar do futuro. Não podemos esquecer que o clássico 2001 uma Odisséia no Espaço praticamente “previu” alguns itens que usamos no nosso dia a dia como o tablet, chamada via teleconferência e até a possível leitura de lábios por robôs.

Com isso, nos resta imaginar o que os especialistas de agora estão prevendo para o futuro, pensando que a nova lógica do mercado de trabalho está alinhada à inovação científica e tecnologia e as novas demandas que surgem em um mundo cada mais dinâmico e volátil.

Deixe aqui nos comentários qual a sua visão para o profissional do futuro e quem sabe daqui 40 anos um outro site, ou qualquer que seja o meio de comunicação utilizado no momento, use esse texto como comparativo! Já imaginou?

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2020/01/betway_casino_jobs_of_the_future_cover1_v4_20200107.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2020/01/betway_casino_jobs_of_the_future_cover1_v4_20200107-150x150.jpgDa RedaçãoartigosBetway Cassino,Press and Sun-BulletinFacebook Twitter Instagram Youtube Blade Runner, Minority Report, Robocop, De Volta para o Futuro 2 e outros filmes clássicos tentaram imaginar como seria o futuro, mas o desejo de prever quais seriam as revoluções sociais e tecnológicas não ficaram apenas na ficção. Em um artigo publicado em 1988, no jornal Press and Sun-Bulletin,...O Impulso HQ é um site e canal no YouTube dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!