Teve abertura no último sábado, dia 9 de abril, a exposição “Um mundo numa folha de papel”,  apresentada pelo grupo de quadrinhos Subterrâneo. Para quem não sabe, o Subterrâneo é um grupo de quadrinhistas atualmente formado por: Marcos Venceslau, Márcio Garcia, Luigi Colafigli, Paulo Mansur e Will.

Sissy Eiko  esteve presente e registrou a abertura da exposição do grupo que ao  longo de quase 7 anos produziram, ininterruptamente, uma publicação independente bimestral que consiste numa folha de A4 dobrada de forma diferenciada onde cabem, as HQ’s de seus personagens mais colaborador, curiosidades e texto gerais.

O Impulso HQ conversou com Will para saber um pouco mais sobre a história do grupo. Confira:

IHQ: Como surgiu o grupo?
Will:
Em 2000, a partir de um curso ministrado pelo Jal e Gual se formou um grupo, de umas 25 pessoas, que se autodenominou Núcleo de Quadrinhos Oswald de Andrade, porque tanto esse curso quanto os encontros aconteciam na oficina que leva o nome do poeta, também conhecida como Oficina Três Rios. Essa turma se encontrava para conversar, estudar e desenhar quadrinhos. Chegamos a fazer uma exposição, na própria oficina, chamada “Heróis Nunca Morrem” onde cada participante fez uma releitura de personagens clássicos nacionais, como: Raio Negro, Homem-Lua, Hidroman, etc.

Nesse meio tempo criamos um site chamado Zine Virtual, que teve até uma certa repercussão, onde começamos a experimentar o gosto pela publicação. Também fizemos cursos ali com a Sonia Luyten e com o Primaggio Mantovi. Com o tempo pessoas entraram e saíram e o grupo foi diminuindo, ficando com 10 membros, o que acabou sendo o cerne do Subterrâneo. Em 2004 pintou a necessidade de ter algo impresso mesmo e não virtual, ai nasceu o Subterrâneo.

IHQ: Por que o formato A4 dobrado e não outro?
Will:
Porque era o jeito mais barato podíamos vislumbrar para ter um material impresso e também porque achamos que, como era para divulgar o trabalho de cada um tinha que ser distribuído gratuitamente sempre. Não queríamos uma simples dobra no meio, por isso “inventamos” esse jeito de dobrar. O número zero tem uma dobra diferente, a partir do nº 1 mudou para essa que é até hoje.

IHQ: Como é para o grupo ter a sua exposição? O que ela representa?
Will:
É meio que uma afirmação de que criamos uma produção e construímos uma história dentro da cena independente de quadrinhos. Acho que é um tipo de registro necessário do nosso trabalho que pode ser visto por pessoas que não conhecem o zine.

IHQ: Teremos mais especiais pela frente? Quais os próximos projetos?
Will:
Sim, o painel das capas fecha no nº 49, em agosto/setembro de 2012, o número 50 com certeza será um especial. Ainda estamos conversando para definir o conteúdo. Uma tendência é que seja uma reunião de todas as edições, mais histórias inéditas e algum material extra, algo por aí. O Subterrâneo também pode passar a ter só edições especiais ou pode ser aberto um novo painel de capas.

Em contrapartida cada membro tem seus próprios projetos paralelos, eu e o Marcos Venceslau já tocamos alguns, de certo que isso continue, mas pode ser que de repente tenhamos um especial do Franco, por exemplo.

_________________________________

As edições normais do Subterrâneo chegaram ao número 41, que será lançado no dia da abertura da exposição, mas nesse meio tempo ainda foram lançadas seis edições especiais, com histórias mais longas.

A exposição que ficará na Galeria Emia até o dia 30 de abril, reúne trabalhos dos atuais participantes do zine, em prints no formato A3, P/B, mostrando HQ’s, pin-ups e algo do processo de criação individual e também um painel mostrando o quebra-cabeças das capas das edições normais, que se completam e ao longo do tempo formou uma grande ilustração.

A ideia é, depois de terminado o período de exibição, circular com a mostra. A segunda parada já está agendada e vai acontecer durante o próximo Jund Comics, em maio.

Para mais informações sobre a Subterrêneo, clique aqui.

Um mundo numa folha de papel
Duração da Exposição: até 30 de abril de 2011
Horário de visitação: de segunda a sexta das 9 as 18 horas.
Local: Galeria Emia – Escola Municipal de Iniciação Artística
Rua Volkswagen S/Nº – Parque Lina e Paulo Raia
ao lado do Metrô Conceição – São Paulo

Galeria de Imagens:

Renato LebeauagendaLuigi Colafigli,Marcos Venceslau,Márcio Garcia,Paulo Mansur,Subterrâneo,WillTeve abertura no último sábado, dia 9 de abril, a exposição “Um mundo numa folha de papel”,  apresentada pelo grupo de quadrinhos Subterrâneo. Para quem não sabe, o Subterrâneo é um grupo de quadrinhistas atualmente formado por: Marcos Venceslau, Márcio Garcia, Luigi Colafigli, Paulo Mansur e Will. Sissy Eiko  esteve...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe