picha

África traz ao Brasil Histórias em Quadrinhos de seu povo

Picha na língua Swahili, ou suali, quer dizer “desenho” e é uma corruptela da palavra inglesa “picture”, imagem.  Picha é também o titulo da exposição de Histórias em Quadrinhos no Museu Afro Brasil, apresentando uma imagem colorida e rica da diversidade do continente africano através do  trabalho de 19 desenhistas e roteiristas.
Há desenhistas africanos ativos em todo o continente e a produção é florescente.

Há muitos Festivais de Histórias em Quadrinhos e revistas e álbuns sendo publicados. No Senegal, por exemplo, há um seriado de televisão muito popular baseado em um personagem de quadrinhos: Goorgoorlu.

A vida de Mandela foi descrita em quadrinhos na África do Sul e muitas revistas estão usando as Histórias em Quadrinhos para alertar os soldados sobre os perigos da AIDS na Etiópia.  É surpreendente notar como as Histórias em quadrinhos africanas refletem a realidade (política) africana. Para se falar também de coisas mais leves e alegres é preciso recorrer a subterfúgios.

A famosa série de quadrinhos Aya de Ypougon, de Marguerite Abouet, da Costa do Marfim, é uma novela gráfica, tendo como foco o amor, brigas e adultério.  Mas este quadrinho tem como cenário os tranquilos anos 1970 do país, quando a guerra civil da Costa do Marfim ainda estava muito longe de acontecer.

Na África, as Histórias em Quadrinhos podem ser produzidas por um baixo custo, não é necessário ter diploma universitário e são facilmente acessíveis sob o ponto de vista de comunicação.  Estes três fatores são favoráveis para um continente com uma infra-estrutura artística limitada.

O Museu Afro Brasil de São Paulo acolhe esta mostra possibilitando ao público brasileiro uma visão ímpar para da arte das Histórias em Quadrinhos africanas.
É também uma oportunidade para professores e alunos verem a possibilidade de se fazer campanhas contra violência, AIDS em sala de aula.

Esta exposição, além dos desenhistas da África, o norte-americano David Brown e o brasileiro Maurício Pestana engrandecem este evento mostrando as semelhanças e diferenças dos desenhistas afro-descendentes nestes dois países junto com seus pares na África.   Este projeto foi viável graças à  colaboração da Fundação Príncipe Claus, e NCDO, na Holanda.  A exposição Picha no Brasil no Brasil foi organizada pela Profa. Dra. Sonia M. Bibe Luyten.

A mostra brasileira e norte-americana por Maurício Pestana, com apoio do Consulado Norte-Americano em São Paulo.

Sobre os organizadores:

Sonia M. Bibe Luyten – Curadora da Exposição Picha no Brasil – Doutora em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Jornalista, professora e pesquisadora em Histórias em Quadrinhos desde 1972, têm centenas de artigos publicados no Brasil e no exterior e livros sobre o assunto. Lecionou em universidades no Brasil e no exterior (Japão, Holanda e França) e obteve vários prêmios nacionais e internacionais em reconhecimento pelo seu trabalho. Sua primeira pesquisa sobre as HQs africanas foi publicada no site www.universohq.com.br em 21/05/2004. Atualmente é Presidente do Troféu HQMIX – o Oscar das Histórias em Quadrinhos e Humor.

Maurício Pestana – Curador da exposição Picha Brasil e Estados Unidos – Publicitário, cartunista, escritor e roteirista, com trabalhos publicados no Brasil e no exterior. Sua extensa obra tem se destacado, principalmente pela luta em favor dos direitos humanos e cidadania plena das minorias brasileiras, feito que lhe concedeu reconhecimento internacional.Atual Presidente do Conselho Editorial de Raça Brasil e Conselheiro do Plano Nacional de Cultura. Seu trabalho inclui também cursos, workshops, oficinas e assessoria nas áreas de educação e diversidade para editoras, sindicatos, entidades governamentais e não-governamentais, fazendo com que seja considerado um dos mais importantes artistas iconográficos da atualidade. Autor e co-autor de diversas exposições e publicações

Museu Afro Brasil
Rua Pedro Álvares Cabral, s/nº
Pavilhão Manoel da Nóbrega
Parque do Ibirapuera
O Museu fica próximo ao portão 10 do parque Ibirapuera, em frente Assembléia Legislativa.
04094-050 – São Paulo, SP
18H30 – Entrada para o público
20h00 – Abertura oficial (auditório)
20h30- Mesa de debates para o público (auditório)
A exposição ficará disponível de 14 de outubro a 08 de novembro de 2009

WEBSITE:
www.museuafrobrasil.com.br/index_01.asp

Renato Lebeauprograme-seAya de Ypougon,David Brown,Goorgoorlu,HQs,Marguerite Abouet,Maurício Pestana,Museu Afro Brasil,Picha,quadrinhos,Sonia M. Bibe LuytenÁfrica traz ao Brasil Histórias em Quadrinhos de seu povo Picha na língua Swahili, ou suali, quer dizer “desenho” e é uma corruptela da palavra inglesa “picture”, imagem.  Picha é também o titulo da exposição de Histórias em Quadrinhos no Museu Afro Brasil, apresentando uma imagem colorida e rica...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe