literatura_brasileira_hq

Visto no Zine Brasil – por Michelle Ramos.

Em comemoração ao mês das historias em quadrinhos nacionais (dia 30 de Janeiro) a Fundação Pedro Calmon, órgão da Secretaria Estadual de Cultura (Secult), por meio da Biblioteca Pública do Estado (BPEB), celebrará a data com a exposição Literatura brasileira em quadrinhos, o humor gráfico em cartum, charge, caricatura e tiras.

Conforme notícia divulgada no ABN News, desde esta segunda-feira (18) até o mês de março, das 8h30 às 21h, o público esta podendo conferir o vasto acervo de histórias em quadrinhos da BPEB. A exposição fará um apanhado geral do histórico desse ramo da literatura através de livros, fotos, cartazes e as próprias revistas em expositores.

O objetivo da exposição é, além de divulgar o acervo da biblioteca, apresentar a importância dos quadrinhos para o âmbito cultural e político, através da arte e do humor gráfico. Os quadrinhos não são apenas voltados para o público infantil. É comum, ao se falar do tema, se pensar em histórias para crianças, mas o público-alvo é diversificado. É o que garante Célia Matos, funcionária da biblioteca responsável pela exposição.

“Com o desenho, o público conhece os problemas sociais de forma mais divertida. É algo mais cultural e depende do enfoque que o artista dá. Quando faz a charge de um político, por exemplo, também acaba contando a história do país, uma vez que artistas sempre captam o momento e o eterniza em suas ilustrações e vão assim retratando a história”, afirma a bibliotecária.

Histórico
Os quadrinhos surgiram nó século 19, através dos cartuns. Depois, acabaram se popularizando com as tirinhas. As charges também surgiram nesse mesmo período com o cartunista Ângelo Agostini.

No Brasil, começaram a ganhar força nas páginas dos jornais. Mas, foi ao final dos anos 50 que um dos maiores criadores de quadrinhos do país surgiu. Maurício de Souza, que desistiu da carreira de repórter policial para se dedicar ao mundo do desenho como forma de entreter e ensinar.

Ziraldo utilizou a força do nosso folclore e, em 1960, surgiu com o personagem Saci, com histórias de cunho educacional e ecológico. Atualmente, o estilo mangá está em alta, graças às publicações de revistas da Turma da Mônica Jovem e Luluzinha Teen. Além disso, periódicos publicam tiras de diferentes personagens em suas páginas.

Visto no Zine Brasil – por Michelle Ramos.

Renato Lebeauprograme-seCaricatura,Cartum,Charge,Fundação Pedro Calmon,Humor Gráfico,literatura,Luluzinha teen,quadrinhos,Saci,tiras,Turma da Mônica Jovem,ZiraldoVisto no Zine Brasil – por Michelle Ramos. Em comemoração ao mês das historias em quadrinhos nacionais (dia 30 de Janeiro) a Fundação Pedro Calmon, órgão da Secretaria Estadual de Cultura (Secult), por meio da Biblioteca Pública do Estado (BPEB), celebrará a data com a exposição Literatura brasileira em quadrinhos,...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe