A exposição de caricaturas Mulheres que Mudaram o Brasil traz personalidades, retratadas a nanquim, que romperam paradigmas nas esferas das artes e ciências. As obras de Toni D’Agostinho descartam o uso da cor para valorizar o contraste entre preto e branco, misturando uma certa angústia ao tom espirituoso que comumente é esperado da caricatura.

Afinal, em meio a tantos aspectos sociais, tratamos, primordialmente, de trajetórias que elucidam conflitos históricos em torno de relações de gênero e outros poderes, como evidenciam os textos biográficos criados pela antropóloga Natalia Negretti.

“Entre as personagens, destaque para artistas da música brasileira como Inezita Barroso, Chiquinha Gonzaga e Elza Soares, além da poeta Cora Coralina, a psiquiatra Nise da Silveira e a médica, pediatra e sanitarista Zilda Arns”.

Toni D’Agostinho é artista e sociólogo. Estudioso do riso como gesto social, sua trajetória é marcada pela união do olhar sociológico ao fazer artístico em diferentes campos. Em quase duas décadas dedicada à arte, o autor já colaborou com as principais editoras do país: Abril, Globo, Carta, Escala, Bregantini, Moderna, Siciliano, entre outras.

Para o Banco do Brasil criou a mostra Nanquim no Machado – personagens de Machado de Assis caricaturadas. Concebeu a exposição 50 Razões Para Rir, que percorreu estações de trem e metrô, até culminar no livro homônimo lançado pela Editora Noovha América (ganhador do prêmio HQMIX). Na televisão fez caricaturas para o programa Show do Tom da Rede Record e Raul Gil da Rede Bandeirantes. É colaborador dos jornais Folha de São Paulo (através do qual recebeu a premiação AWARD OF EXCELLENCE 2015 – SOCIETY FOR NEWS DESIGN), Valor Econômico e Metro.

Lançou o livro Edgar Allan Poe Para Pequenos, pela B4 Editores – obra desenvolvida a partir de contações de histórias apresentadas nas unidades de Sesc desde 2011. Participou, por dois anos consecutivos, do projeto Literatura Viva e Mostra Natureza Urbana – Riscos e Traços, ambas do Sesi. Atualmente, é mestrando da PUC – SP em Ciências Sociais com pesquisa sobre as charges da Revolta da Vacina.

Natalia Negretti é doutoranda em Ciências Sociais da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). É mestre pelo Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Bacharel em Sociologia e Política pela Escola de Sociologia e Política de São Paulo. Tem interesse nas áreas de antropologia e sociologia, com ênfase em estudos de Gênero e Sexualidade, Instituições, Envelhecimento, Gestão de Populações e Trajetórias de vida. Cursou extensão em Serviço Social e Gerontologia pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

Mulheres que Mudaram o Brasil
De 10 a 30 de abril – Estação Paraíso do Metrô
São Paulo – SP

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2017/04/capa_evento_mulheres_paraiso.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2017/04/capa_evento_mulheres_paraiso-150x150.jpgRenato Lebeauprograme-seMulheres que Mudaram o Brasil,Toni D'AgostinhoA exposição de caricaturas Mulheres que Mudaram o Brasil traz personalidades, retratadas a nanquim, que romperam paradigmas nas esferas das artes e ciências. As obras de Toni D'Agostinho descartam o uso da cor para valorizar o contraste entre preto e branco, misturando uma certa angústia ao tom espirituoso que...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe