A partir de 1º de dezembro, público poderá conferir novo projeto do fotógrafo Rafael Roncato na Casavitorino, em parceria com o Museu da Diversidade Sexual

Após passar por Porto Alegre, a exposição Adágio, que traz imagens ousadas e inspiradoras da cartunista Laerte Coutinho, chega novamente a São Paulo. O projeto do fotógrafo Rafael Roncato ganha nova releitura e retorna à capital paulista a partir do dia primeiro de dezembro na Casavitorino. Esta é a terceira vez que as imagens são expostas no País.

Para esta nova etapa, o fotógrafo revisitou seu acervo de imagens em colaboração com a cartunista. Intimista e transformador, os retratos revelam um processo de descoberta. Adágio se mistura entre cliques já conhecidos do público e em uma nova expressão e fisionomia.

“Olhar novamente para todo o material, depois desses anos, me fez ter certeza da necessidade de uma publicação, tornar o trabalho físico e mais sensorial. Então, o convite da Casavitorino veio em boa hora, justamente durante esse processo de transformação que o próprio projeto passa, como também dialoga perfeitamente com questões contemporâneas”, explica Rafael Roncato.

Para a mostra, uma imagem de quase quatro metros junta-se a outras sete fotografias apresentadas no ano passado durante a II Mostra Diversa, do Museu da Diversidade Sexual.

Em Adágio, Laerte mistura seu corpo às tintas, compondo, revelando e mascarando sua face, tornando-se personagem de sua própria obra, um processo de transformação de vida e obra. “Comecei a me sentir feminina ao me despir dessa roupa de homem, que são os pelos do corpo. Pronunciar ‘corpo’ já é meio que tirar a roupa. Sempre quis me ver sem precisar de roupas e pelos”, lembra a cartunista.

“As imagens emergem da provocação em misturar o nu com as tintas, preta e branca, buscando uma relação indissociável entre a artista Laerte e seu ser. Hoje entendo o trabalho como uma colaboração, uma performance do nu na pele e na alma, na qual ela se doou cem por cento”, diz o fotógrafo.

Em novembro de 2013, a revista Rolling Stone publicou em sua edição de aniversário um perfil da cartunista com algumas das imagens do ensaio. “Perturbadores em sua maioria, os retratos mostravam facetas internas de Laerte jamais exibidas anteriormente; uma daquelas felizes combinações entre fotógrafo e modelo, lente e objeto, que são mais raras do que comuns e sempre merecem ser celebradas”, conta Pablo Miyazawa, editor chefe da revista na época.

As fotos do projeto Adágio já participaram de outras mostras nacionais e internacionais, além de integrar o primeiro documentário brasileiro original Netflix, Laerte-se, com direção de Lygia Barbosa da Silva e Eliane Brum, e também o acervo do Schwules Museum, em Berlim.

Exposição Adágio
De 1º de dezembro de 2018 até 10 de fevereiro de 2019
Entrada franca
Visitação agendada pelo e-mail: [email protected]

Casavitorino
Rua Dom Antônio de Melo, 114 – Luz
São Paulo/SP

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2018/11/Adagio-Laerte-Rafael-Roncato.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2018/11/Adagio-Laerte-Rafael-Roncato-150x150.jpgRenato Lebeauagendaprograme-seAdágio,Casavitorino,Laerte Coutinho,Museu da Diversidade Sexual,Rafael RoncatoFacebook Twitter Instagram Youtube A partir de 1º de dezembro, público poderá conferir novo projeto do fotógrafo Rafael Roncato na Casavitorino, em parceria com o Museu da Diversidade Sexual Após passar por Porto Alegre, a exposição Adágio, que traz imagens ousadas e inspiradoras da cartunista Laerte Coutinho, chega novamente a São...O Impulso HQ é um site e canal no YouTube dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe