Mario Cau, Daniel Esteves, Wagner de Souza e Luke Ross

No último sábado, dia 12 de fevereiro, aconteceu o encontro com parte da equipe que produziu a quarta edição da premiada revista independente Nanquim Descartável, na loja Gibiteria, para um bate-papo entre os presentes e sessão de autógrafos.

Octávio da Costa, proprietário da Gibiteria, abriu as portas do espaço que já vem realizando encontros e bate-papos sobre quadrinhos, e recebeu Daniel Esteves, editor e roteirista da Nanquim, Mario Cau e Wagner de Souza, desenhistas da edição e Luke Ross, responsável pela arte da capa. Luke atualmente trabalha para a Marvel Comics desenhando o Capitão América.

A conversa foi embalada com uma trilha sonora de Jazz que tocava ao fundo e constantemente visitada por bolinhas de sabão que vinha da Praça Benedito Calixto, onde acontecia a tradicional feira de arte. O público pode conferir expostas em uma mesa central, os originais das artes da quarta edição da Nanquim Descartável, os estudo de capas e os testes de aquarela, técnica utilizada na capa.

Daniel Esteves abriu o bate-papo apresentando os desenhistas que estavam presentes, e muito animado brincou quando apresentou Luke Ross. “Esse é um cara que está começando agora e que trabalha em uma editora pequena que quase ninguém conhece”, disse Daniel.

Em seguida ele falou sobre a publicação Nanquim Descartável, que de acordo com Daniel, ela não segue tanto uma estrutura de série em quadrinhos e sim se assemelha com as séries de TV como Friends. Daniel completou dizendo: “Essa quarta edição é o final da primeira temporada. As próximas edições terão outra pegada”.


Daniel também revelou que para o próximo arco de histórias as quatro capas serão iguais, e que isso tem um sentido quando o leitor terminar de ler. E também avisa que não irá revelar o nome de sua personagem Jú tão cedo. “Talvez na edição 50 eu revele o nome dela. Como é uma edição por ano, ainda vai demorar um bom tempo”, brinca Daniel.

E para quem não quer esperar um ano para ver as personagens da Nanquim Descartável, o autor avisa que histórias curtas serão publicadas no site Petisco, então fique ligado.

“Sempre fiz histórias curtas do cotidiano. Quando fiz séries mais longas no começo eu não gostei do resultado. Fiz também a minha série de aventura que até hoje eu renego. Criei também um tira de humor. Foi a minha tentativa frustrada de fazer o meu Calvin”, disse Daniel quando perguntado sobre o começo da sua carreira.

O criador das personagens da Nanquim Descartável revelou que começou a pensar nas personagens em 2006, e que no princípio era pra ser uma série do cotidiano de pessoas que faziam ou produzima quadrinhos. “Criei primeiro a Ju e sem perceber fui colocando coisas minhas”, disse Daniel.

“A intenção era também ter mulheres desenhando a Nanquim. Acho que poucas mulheres fazem quadrinhos no ocidente porque não tem tanto material direcionado para elas”, comentou Daniel Esteves quando perguntado por que na Nanquim Descartável só tem homens desenhando já que é um quadrinho mais sensível. E Daniel completou: “Acredito que vai ter mais mulheres desenhando quadrinho no futuro por influência da mangá”.

“O lance da Nanquim Descartável não é chamar a atenção de quem lê quadrinhos, mas sim atrair quem não lê. Não faço quadrinhos para quem coleciona HQs, faço para quem gosta de ler boas histórias”, explicou Daniel sobre para quem é o público alvo da Nanquim Descartável.

Estudos de capa para quarta edição da Nanquim Descartável

O autor e editor, também revelou que pretende reunir as histórias de suas personagens que foram publicadas em outros títulos como a Café Espacial e a revista Subversos. “A ideia é continuar e fazer um encadernado que talvez eu chame de As recicladas aventuras de Jú e Sandra”, disse Daniel que completou: “o Cadú também falou que vai escrever um roteiro para As ausentes aventuras de Jú e Sandra, onde só irá aparecer o Tuba”.

Daniel explicou que a sua intenção sempre foi deixar as histórias as mais cotidianas possíveis e falou sobre as suas influências e inspirações, que em sua maioria são situações que aconteceram com ele.

Em seguida Daniel explicou o seu método de roteiro: “escrevo como se fosse um roteiro de cinema. Faço os diálogos e depois vou cortando. Na verdade acho o roteiro de quadrinho muito chato de ler, por isso ele tem que ser o mais objetivo possível. O desenhista tem que ler, entender e desenhar”.

“Faço roteiro fechado, mas não aprisiono”, disse Daniel Esteves, quando o bate-papo encaminhou para formas de roteiro e se o estilo detalhado de quadro a quadro é uma maneira eficiente de se escrever uma história de HQ.

Daniel também falou como é ser editor da Nanquim Descartável: “Uma coisa legal é trabalhar com vários desenhistas. A quarta edição é a que ficou melhor editada”. E Mario Cau completou: “Uso muito a Nanquim nas minhas aulas para explicar para os alunos o conceito de caracterização dos personagens. São vários desenhistas com estilos diferentes, mas a essência dos personagens sempre são as mesmas”.

Para finalizar Daniel contou que Ju e Sandra vão ter mais histórias em que as histórias em quadrinhos serão o foco: “Tenho uma ideia de fazer um sonho da Ju em que ela recebe uma ligação do editor da DC Comics e ela tem que escrever o Superman, mas ai ela só faz todas as cenas dentro do Planeta Diário, com a Loius Lane e o Clark Kent e no fim ela é despedida”.

Encerrando o bate-papo aconteceu a sessão de autógrafos e o público pode aproveitar para conhecer a variedade de títulos disponíveis na Gibiteria.

Só para registrar. No próximo dia 23 de fevereiro a Gibiteria receberá Estevão Ribeiro, autor de os Passarinhos e editor do álbum Pequenos Heróis. Em março haverá mais uma edição do Projeto Dossiê HQ, dessa vez, o assunto será especial mulheres nos quadrinhos, então não perca.

Até o próximo evento.

Galeria de Imagens:

Renato Lebeaucobertura de eventosGibiteria,Luke Ross,Mário Cau,Nanquim Descartável,Octávio da Costa,Wagner de SouzaMario Cau, Daniel Esteves, Wagner de Souza e Luke Ross No último sábado, dia 12 de fevereiro, aconteceu o encontro com parte da equipe que produziu a quarta edição da premiada revista independente Nanquim Descartável, na loja Gibiteria, para um bate-papo entre os presentes e sessão de autógrafos. Octávio da Costa,...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe