ccxp-2015-6Fila. Fila. E depois fila. Fila para entrar no ônibus, fila para chegar do credenciamento até a entrada (um corredor estreito aliás) e uma enorme fila depois para entrar no auditório mais concorrido da CCXP 2015, o auditório Cinemark. E sim, as filas valeram a pena!

No último dia do evento, 6/12, o dia começou com o painel do anjo Castiel da série Supernatural, Misha Collins, com os seus fãs. Detalhe: assim como no dia anterior, a fila era enorme, e claramente era composta apenas de fãs (em sua maioria meninas) que entraram no evento um pouco antes das 10h para evitar o encontro e um possível tumulto com o público que queria ver os painéis anteriores. Motivo: após Misha Collins o auditório seria esvaziado, e após um intervalo de 1 hora, deram continuidade à programação.

Obviamente que assim que o público de Misha Collins entrou no auditório, outra fila enorme já se formou para o painel Batman vs. Superman – A origem da Justiça que começou às 11h30. O painel iniciou com a exibição do trailer do filme liberado na internet alguns dias antes, o figurinista da tão esperada produção da Warner Bros, Michael Wilkson falou sobre sua carreira e antes de apresentar os figurinos de Batman, Superman e Mulher-Maravilha, revelou o grande desafio dele e do diretor Zack Snyder: criar caracterizações que respeitem os personagens.

ccxp-2015-1Michael Wilkson falou sobre o figurino e as escolhas de materiais. Sobre as roupas, elas foram escolhidas não só pela beleza como para passar as características da personalidade de cada personagem. O mais complicado foi entender como equilibrar os personagens para que tivessem o mesmo peso na tela.

Ao ser indagado sobre a sua caracterização preferida ele disse que adorou criar o Aquaman, pois conseguiu criar algo imponente e assustador. Ele também revelou que já está trabalhando na produção do figurino do filme da Liga da Justiça, mas que não pode falar nada a respeito ainda.

Após a saída do figurinista, Érico Borgo nos surpreendeu com um empolgante desfile de Ring Girls que após passear por toda a sala foram para um ringue montado no palco onde o jornalista, caracterizado como Rocky, o lutador, anunciou o emocionante Creed: Nascido para lutar, filme que foi ovacionado pela plateia. Aguardem a nossa resenha sobre o filme em breve aqui no Impulso HQ.

ccxp-2015-5Já no começo do painel dos filmes da Warner fomos avisados que o último trailer explodiria cabeças, o que realmente aconteceu. Além de Batman vs. Superman e do Esquadrão Suicida, foram anunciados os filmes: Mulher-Maravilha, Flash, Cyborg, Justice League 1 e 2, Aquaman e Green Lantern Corps.

Outra surpresa do painel foi a participação de Danilo Gentilli, que anunciou sobre o filme baseado em seu livro “Como se tornar o pior aluno da escola”, produção que, segundo ele, será inspirada nos clássicos da Sessão da Tarde. Gentilli ainda disse que pretende fazer um Reality Show para selecionar os protagonistas do longa, e este é o lançamento que foi “censurado” durante o painel da editora Panini Comics.

No super aguardado painel The Dark Knight III – The Master Race tivemos a presença de Dan Didio, Jim Lee e a lenda (e convidado de honra da CCXP), Frank Miller. Miller falou um pouco sobre o processo de criação da primeira minissérie (que está completando 30 anos da primeira edição) e sobre a liberdade que teve para criar algo que jamais imaginou que faria tanto sucesso. O artista revelou que, originalmente, Batman teria uma morte acidental em Cavaleiro das Trevas, mas não se sentiu no direito de fazer.

ccxp-2015Sobre o conceito de TDK III – The Master Race, a terceira parte da série O Cavaleiro das Trevas e que a atualmente Miller roteiriza em parceria com Brian Azzarello, o quadrinhista explicou que tem a ver com o Superman e com a forma como ele e o morcego tem de lidar com uma infestação de super-humanos e os dilemas morais e sociais que surgem a partir desta situação.

Miller comentou que não ter sido roteirista do projeto foi a pior parte dessa produção e que ele não vê a hora de fazer um novo roteiro para o Cavaleiro das Trevas. A propósito, pelo visto a série não irá demorar mais anos e anos para ter novos capítulos. Milller revelou que tem conversado com Brian Azarello sobre fazer uma franquia que pode ser revisitada sempre que tiverem uma boa ideia.

ccxp-2015-3Para fechar o dia, subiram ao palco os atores Adam Sandler, Taylor Lautner, Terry Crews e Jorge Garcia para falar sobre The Ridiculous 6, criada exclusivamente para a Netflix, que estreia em 11 de dezembro de 2016. Aguardem também a resenha em breve aqui no Impulso HQ, afinal, a CCXP sabe surpreender, e não é que no final do painel, depois de Terry Crews ter levado o público à loucura tirando a camiseta e exibir os músculos, fomos presenteados com a exibição exclusiva do filme.

Apesar do dia ter começado sem muitas esperanças, sim, as filas chegam a desanimar se você não for um fã muito ávido, e principalmente se não tiver a paciência de esperar, depois que você entra no auditório principal, que dessa vez com o patrocínio da rede Cinemark, foi transformado em um cinema com direito a guichê de pipoca e refrigerante, e ganhou toda uma distribuição de cadeiras e sala em formato estádio, a espera se transforma em uma experiência emocionante e cansativa, porém você se sente recompensado com as surpresas. E não se engane e nem se iluda, as pessoas não saem do auditório ao término dos painéis. O espaço tem uma área reservada para banheiros e como já mencionei, uma bomboniere de cinema.

Ficar o dia inteiro dentro do auditório Cinemark parece ser o ápice da nerdice, e até quem diga que você “perde” as outras atrações do evento, mas mesmo assim, essa experiência não deixa de ser épica, assim como toda a Comic Con Experience.

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2015/12/ccxp-2015-3.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2015/12/ccxp-2015-3-300x300.jpgAlexandre Dassumpcaocobertura de eventosCCXP,Cinemark,Comic Con Experience,Dan Didio,dark knight,DC Comics,e Danilo Gentilli,Frank Miller,Jim Lee,Michael Wilkson,Misha Collins,The Master Race,Warner BrosFila. Fila. E depois fila. Fila para entrar no ônibus, fila para chegar do credenciamento até a entrada (um corredor estreito aliás) e uma enorme fila depois para entrar no auditório mais concorrido da CCXP 2015, o auditório Cinemark. E sim, as filas valeram a pena! No último dia do...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe