11“A chave do roteiro é ajudar o artista a encontrar um caminho”, Chris Claremont na Anime Friends 2014

Artistas, fãs e imprensa – todos muito ansiosos – aguardávamos em uma extensa fila por uma chance de ver e ouvir Chris Claremont. Depois de cerca de 1h30 de espera finalmente todos se acomodaram e aplaudiram quando Chris e Daniel HDR entraram no palco da Comic Fair, na 10ª Anime Friends, que aconteceu entre os dias 17 a 27 de julho no Campo de Marte em São Paulo.

Reconhecido principalmente por roteirizar a maior parte das histórias dos X-Men até os anos 1990, Chris relembrou um pouco de quando entrou na Marvel Comics e como conheceu o desenhista John Burn, formando posteriormente uma dupla de sucesso por trás das HQs. No início, eles faziam qualquer personagem da Marvel, incluindo os famosos, como o Motoqueiro Fantasma, personagem este que o ajudou a entender muito sobre motos, ele brinca.

Quando questionado sobre a liberdade criativa dos desenhistas em cima de seus roteiros, Chris pareceu muito franco ao dizer que a função do artista é criar o recurso visual de uma história que ele criou. Sendo assim, ambos os papeis são fundamentais para o produto final da HQ. Em suas palavras “A chave do roteiro é ajudar o artista a encontra um caminho para dar vida a história, para inspirar o artista”.

Os dois também conversaram sobre a figura da mulher em sua criação, uma vez que ele foi responsável por personagens fortes como Vampira, Tempestade e Jean Grey, ao que Chris de quebra manda “Eu penso: que garota quer ler uma história sobre meninas superficiais e choronas?”. Abaixo, veja um trechinho da resposta dele:

Por fim, Claremont foi questionado em relação a suas HQs do Noturno, uma vez que o personagem tomou um caminho próprio independente da franquia X-Men. Chris, muito simpático e brincalhão, falou que a razão por tê-lo escolhido é que jamais conseguiriam adaptar ele para os cinemas e que espera fazer tanto sucesso quanto a franquia original de X-Men.

AnimeFriends_2014_ToyReview.com-144Após a entrevista, no tradicional espaço para perguntas da plateia, cerca de 10 pessoas se manifestaram, sendo que meia-dúzia vestiam camisetas da famosa capa de Dias de um Futuro Esquecido. Obviamente algumas delas foram comentários comparando os filmes aos quadrinhos, a qual Chris comentou que são coisas com orçamentos e funções totalmente diferentes e não cabia a ele fazer um juízo de valor de qual é melhor.

Sua melhor sacada foi dizer: “só digo que o material fonte é brilhante”, do seu jeito piadista. Arremata ao concluir que parte da culpa é dele quanto a produção de filmes, pois quando era um executivo da Marvel em 1998 foi ele quem enviou memorandos a Fox sobre a possibilidade de cinematografar os X-Men.

Outras perguntas levaram Chris a dar mais novidades quanto a série de Noturno, como a criação de novos personagens. Ele pede para que não percamos o primeiro dia em que noturno aparece como professor, uma vez que surgirá um aluno mutante que será como uma tarântula humana. Ele comenta que não entende direito como isso aconteceu, mas que está muito legal.

Claremont foi super atencioso com todo mundo e esperamos que ele volte em breve para o Brasil, com mais tempo e, dando ainda mais autógrafos e novidades sobre os personagens que pretende criar para a série Noturno. Mesmo assim, ele deixa um segredinho para a plateia, um final alternativo para Kitty Pride e Logan:

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2014/08/11.pnghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2014/08/11-300x300.pngPriscila Pirescobertura de eventosAnime Friends,Chris Claremont,Comic Fair,Daniel HDR,John Burn,x-men“A chave do roteiro é ajudar o artista a encontrar um caminho”, Chris Claremont na Anime Friends 2014 Artistas, fãs e imprensa - todos muito ansiosos - aguardávamos em uma extensa fila por uma chance de ver e ouvir Chris Claremont. Depois de cerca de 1h30 de espera finalmente todos...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe