Confira as novidades das editoras Nova Sampa, Draco, HQM e JBC

A temporada de eventos deu sua largada nesse ultimo fim de semana, com a primeira parte do Anime Friends 2015, tradicional evento voltado para cultura pop realizado em São Paulo, no Campo de Marte.

Entre sua lista de atrações e mini eventos paralelos está o Brasil Comicon, espaço onde se concentra as editoras, o Beco dos Artistas (que está tremendamente mal localizado) e a arena onde rola as palestras de editores, roteiristas, desenhistas e diversos outros profissionais do ramo de entretenimento e informação nerd.

Como fui despachada para o evento para saber o que as editoras de mangás prepararam para seus leitores, fiz minha programação de horários, escolhi as palestras mais interessantes e parti para enfrentar exércitos de cosplayes de Narutos e versões sofríveis de Let It Go para trazer as novidades para vocês.

nova sampa (1)Dia 11 – sábado

Nova Sampa
Graças a chuva e congestionamento na Ayrton Senna, perdi uns 20 minutos da palestra do Douglas Souza, atual representante da editora após a saída do Marcelo Del Greco. Curiosamente, segundo o Douglas, mesmo trabalhando na JBC Del Greco continua responsável por alguns títulos da Nova Sampa, como Gurren Lagan (que está na gráfica e deve chegar às bancas em breve) e Koroshiya-san.

Ikkitousen terá mais uma temporada, com seis edições, assim como Hitman, com um arco de três edições. Drifters, por outro lado, vai ficar em espera. Douglas explicou que o título é uma experiência da Nova Sampa, de publicar um mangá de forma simultânea ao Japão e avaliar os riscos de venda, recepção dos leitores e atraso. Pride, um dos títulos anunciados no primeiro semestre, estava programado para sair no AF, mas assim como Carnaval Glare e Koroshiya-san encontra-se em produção.

As novidades são a publicação de Godeath série em três edições com roteiro e arte de Yuji Shiozaki (o mesmo de Ikkitousen), sobre uma italiana chamada Maria que descobre ser uma deusa da morte.

Durante o espaço aberto as perguntas para o publico, minha duvida sobre a paralização de Vagabonds foi respondida. As vendas da revista foram muito baixas, o que pegou a todos de surpresa (de 10 mil exemplares, apenas 300 cópias foram vendidas!) e agora a Nova Sampa irá repensar o novo formato e estratégia de vendas antes de trazer as aventuras de Musashi de volta as bancas.

Na saída da palestra Douglas foi tremendamente gentil em explicar um pouco mais sobre o Jeans, selo pelo qual os mangás da editora estão sendo organizados no site da editora. Segundo ele o selo não apenas separa os mangás dos demais trabalhos da Nova Sampa como também é a oportunidade de desenvolver um portal de cultura pop e gerar uma maior interatividade com seus leitores.

dracoDraco
E graças ao concurso de cosplay também me atrasei 20 minutos para o bate papo da editora Draco! Culparei a cosplay fofinha da gatinha Felícia por esse deslize.

Enfim, o que rolou?

O editor Raphael Fernandes e os artistas Kaji Pato, Alessio Esteves e Junior Ferreira apresentaram ao publico o Dracomics, segmento da Draco voltado aos quadrinhos e mangás feitos por artistas nacionais. Todos os títulos serão publicados primeiramente no site (visitem! Já está online) e posteriormente reunidos em encadernados com conteúdo exclusivo.

Uma ótima ideia para conquistar uma base de leitores antes de arriscar a mídia física nessa época de crise. As obras que já estão disponíveis são Ôch, Zikas e Starmind (um dos vencedores do BMA, concurso de mangás organizado pela JBC) e em breve um spin-off de Quack, também estará disponível. Uma das preocupações de todos os envolvidos é nunca deixar o site sem atualizações, e todo mês eles pretendem ter historias prontas para seus leitores.

Durante a sessão de perguntas foi mencionado planos da editora para novas light novels, uma antologia de contos yuri (historias voltadas para relacionamentos amorosos entre garotas) além de excelentes conselhos de todos os profissionais presentes (bem… menos do Junior. O desenhista ficou quietinho a maior parte do tempo) sobre postura no mercado de trabalho, planejamento e como buscar seus próprios estilo enquanto busca espaço no ramo editorial.

Dia 12 – domingo

hqm (1)HQM Editora
Domingo de sol e transito livre, cheguei ao evento a tempo de ver três Elsas logo na entrada e contei oito Narutos até a área do BCC. Mas o importante é que cheguei a tempo da palestra!

Pelo anúncio do site do evento, pensei que o bate papo contaria com a presença de todos os artistas da HQM, mas apenas as irmãs Soni e Shirubana, do estúdio Futago, participaram.

De forma descontraída elas contaram sobre suas carreiras, a criação do Futago em 2009, a cobrança da família quando optaram por seguir o desejo de serem desenhistas, as dificuldades para entrar no mercado editorial e as muitas portas na cara que levaram até seu contato com a da HQM que reconheceu o talento e potencial das artistas abrindo espaço para a publicação de Vitral e O Príncipe do Best Seller.

Nesses anos de carreira aprenderam que a persistência é muitas vezes a grande diferença para continuar na ativa, além do empenho de um bom editor. As redes sociais e internet ajudaram muito na divulgação de seus trabalhos e parte da renda do grupo vem de workshops e palestras que ministram por todo o país além da loja virtual, onde comercializam não as HQs, produtos com seus personagens e materiais de desenho.

Sobre sua forma de trabalho, as irmãs demonstram bastante entrosamento e métodos próprios para manter o ritmo de produção e desenvolvimento dos personagens e historias. Conversaram também sobre a dificuldade para se criar algo com a cara do Brasil sem soar chato e desinteressante.

No momento elas estão trabalhando em Garoto X, historia BL sobre o delicado e complexo relacionamento de um psiquiatra com um garoto sem qualquer lembrança de seu passado, e GAN – Os Guerreiros da Árvore Negra, série shounen onde quatro guerreiros devem enfrentar a ameaça que raptou todas as mulheres da Terra.

jbc (1)JBC
Depois de um pequeno atraso (alguém se atrasou e não fu eu? Aleluia!) estávamos todos prontos para a palestra que marcaria a volta do Marcelo Del Greco para a editora.

Além do Marcelo, Cassius Medauar marcou presença, e juntos deram um resumo de suas carreiras e o histórico da editora JBC na publicação de mangás no país.

Houve uma longa conversa sobre o selo Ink Comic, que muitos acreditavam que seria voltado para publicação de mangás nacionais, mas ele irá englobar também trabalhos fora do eixo Brasil-Japão, dando chances a trabalhos de outros países, como Coreia, França e Estados Unidos.

No entanto, eles aproveitaram para publicar o mangá Kill La Kill e adiantar seu lançamento nas bancas, uma vez que no cronograma normal da editora a série chegaria às mãos dos leitores apenas em 2016. O próximo lançamento do Ink é o desconhecido Savanna Gamer, obra em seis volumes que deve chegar às bancas em agosto.

Ainda no Ink, se não houver problemas, o segundo volume de Combo Rangers será lançado em setembro na Bienal do Rio de Janeiro e Robô Esmaga em novembro na FIQ.

logo-bma-brSobre o segundo BMA, o grande numero de bons trabalhos acabou atrasando o anuncio dos vencedores para o AF, mas eles esperam ter os vencedores até a Fest Comix.

Antes de conversarem sobre Ghost in the Shell e Akira (algo que todos os presentes estavam ansiosos), os editores explicaram um pouco sobre as dificuldades de adquirir os direitos de alguns títulos, a aparente desorganização das editoras nipônicas com seus materiais (como assim a Kodakawa não possuía o material de publicação de B’t X?!), e de como a atual crise econômica afetou o ramo gráfico e em especial o fornecimento de papel utilizado pelas editoras, o que vem gerando diversas reclamações entre os leitores.

Devido a todos esses fatores, as datas de lançamentos das duas obras ainda são indefinidas, mas se tudo correr bem, e o Deus do mangá ajudar, Akira poderá sair na Comicon XP em dezembro.

As únicas informações sobre GITS são que ele terá um formato diferenciado, um preço mais elevado e a periodicidade bimestral. O Cão que Guardava as Estrelas 2 deve ficar pronto até a Bienal enquanto o a novel de Another será publicada ainda no segundo semestre desse ano.

wall_kiseiju_1024_768Já o lançamento da palestra foi Parasyte, mangá de Iwaaki Hitoshi publicado no Japão em 1990, mas que voltou as graças do publico graças a versão live action produzido em 2014.

Na sessão de perguntas, Marcelo e Cassius esclareceram que a JBC não tem planos de publicar os spin-offs de Freezing e como não existe ainda nada de concreto da volta de Bastard!. Acabei aproveitando a deixa para saber se haveria alguma chance títulos BL no Ink Comic, mas a resposta foi negativa, uma vez que o gênero é considerado um nicho do nicho. Acabei insistindo um pouco mais (sou uma fã de BL e da JBC!), uma vez que a editora não parece hesitar em publicar obras pouco conhecidas (o Savanna Gamer é uma prova disso) e os editores comentaram de que tudo é uma questão de planejamento e que nada impede que no futuro algum título acabe chamando a atenção da editora.

*****

O Anime Friends continua ainda nessa semana nos dias 17, 18 e 19 de julho no já citado Campo de Marte em São Paulo. Confira a fanpage oficial do evento em facebook.com/animefriendsbr.

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2015/07/ANIME-FRIENDS.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2015/07/ANIME-FRIENDS-300x300.jpgLily Carrollcobertura de eventosAnime Friends,Draco,HQM,JBC,Nova SampaConfira as novidades das editoras Nova Sampa, Draco, HQM e JBC A temporada de eventos deu sua largada nesse ultimo fim de semana, com a primeira parte do Anime Friends 2015, tradicional evento voltado para cultura pop realizado em São Paulo, no Campo de Marte. Entre sua lista de atrações e...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe